quinta-feira, junho 25, 2009

CQC é coisa de macho? - por Murilo Andrade

Ernestina Pais âncora do CQC Argentina

É raro ver um programa de um canal como a Band atrair tanta atenção quanto o CQC. Seu índice de audiência é considerado alto para os padrões da emissora, suas reportagens no YouTube estão sempre entre os mais vistos e os nomes dos seus integrantes estão frequentemente nas manchetes de jornal e na boca do povo. O problema é que nem sempre são citados de forma positiva. Uma das maiores reclamações é pelo fato de não ter nenhuma mulher no programa.

A situação é mais complicada do que se imagina. A versão espanhola tem repórteres mulheres e no CQC original argentino uma mulher ocupa o mesmo lugar do nosso Tas, o de âncora principal. Então por que não temos as nossas na edição brasileira. Contamos até com duas comediantes ótimas: Marcela Leal e Dani Calabresa.


O problema talvez esteja na mentalidade do público. As mulheres sempre são vistas como pessoas sem humor. A verdade é que em sua educação como moça, a mulher jamais é orientada a ser engraçada, pois deste modo não conseguirá um parceiro. Uma pesquisa feita há alguns meses mostra que as mulheres procuram homens que as façam rir, enquanto eles preferem as que riem das piadas deles.


Outro fator é que o CQC já está a mais de um ano no ar e se encontra razoavelmente consolidado. Introduzir uma mudança tão radical quanto uma repórter poderia afetar sua audiência. Se analisarmos o programa com ele é hoje veremos que é cheio de brincadeiras machistas. Seria no mínimo estranho ter uma mulher em um espaço tão masculino quanto o que o CQC se tornou, assim tão mesa de bar. Já pensou ouvir o Marcelo Tas anunciar a reportagem “da linda, da docinho de coco!”. A produção do programa precisaria encontrar uma solução, porque se não ela seria alvo de paquera dos companheiros e entrevistados.


Contudo, eu afirmo que sou a favor de uma mulher no CQC! E de um negro também! Até babo pensando no dia que entrar aquela mulher linda e engraçada pra poder deixarem um pouco aqueles caras feios de doer que são o Marco Luque e o Rafinha Bastos.


Texto enviado por Murilo Andrade, Aracaju-SE, estuda Biblioteconomia na Universidade Federal de Sergipe. Blog: tvediversao.blogspot.com.



* A opinião expressa no texto é de responsabilidade do seu autor e não expressa a opinião dos autores deste blog.

Posted By: Viviane Pereira

CQC é coisa de macho? - por Murilo Andrade

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

20 comentários:

  1. PS:seria mesmo uma mudança radical e eu acho que afetaria a audiencia..

    PS2:o Rafinha e o Luque nao sao feios, eles sao muito lindos...xp

    ResponderExcluir
  2. Murilo tenho que discordar!
    Pode ser que antigamente, na época das nossas avós, as mulheres fossem até orientadas a não serem engraçadas, hoje isso não acontece mais.

    E porque tem que ser uma mulher linda? Não basta ser talentosa e cara de pau?

    E creio que sim, a mulher seria respeitada, tanto pelos seus companheiros como pelos entrevistados.

    E por que não tem negro?
    E por que não tem japonês?
    E por que não tem um anão?
    E por que não tem um gordo?

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a companheira acima, acho que basta ter talento, beleza nesse ramo é o de menos... Adoraria ver uma garota no cqc seria incrível...desde que ela não paquerasse o Cortez..kkk...

    ResponderExcluir
  4. O problema de uma mulher no CQC não é a "falta de humor" da mulher, até porque isso não faz o menor sentido. Mas sim a apelação que sempre róla quando tem uma mulher em cena.
    A televisão Brasileira sempre apela para pouca roupa, muita beleza, e pouca graça, ou talento. Esse seria o verdadeiro risco de uma mulher no CQC, não o "desrespeito" dos sete integrantes com a colega, até porque esse desrespeito com certeza não aconteceria.
    Se eu não me engano,o próprio Marco Luque disse uma vez que ele teme uma mulher no CQC, porque sempre que tem mulher no humor apela-se para o corpo.
    Então, é melhor não ter mulher no CQC, pelo menos até a Tv Brasileira deixar de ser tão machista. Difícil...
    E mais uma coisinha, "Em time que está ganhando não se mexe"

    ResponderExcluir
  5. Não se mexe em time que tah ganhando !

    "Contudo, eu afirmo que sou a favor de uma mulher no CQC! E de um negro também!" ¬¬ sistema de cotas para programa de humor tambem agora...

    ResponderExcluir
  6. Eu não sei quem é essa dona da foto aí, mas uma mulher assim poderia contribuir com o programa.

    ResponderExcluir
  7. Concordo, acho que deveria ter uma mulher no CQC mas mulher brasileira é muito sem graça, nunca faz alguma piada e quando faz é forçado demais.
    Então, CQC está muito bom assim não que esteja com preconceito com gordos, negros ou mulher.

    ResponderExcluir
  8. Principalmente aki no Brasil é muuuito necessario mostrar a diferença entre uma mulher e uma bunda q fala!!!!
    Existem mulheres tao articuladas qnt o Gentili...So q elas tendem a ser jogadas na fogueira...
    mesmo hj em dia siiiiiiiimmm!!!!
    Os homens tem bastante dificuldade em lidar com mulheres q pensam(com obvias excessoes) e muito mais com as q falam coisas q eles nao entendem....
    O dificil é achar homens q "dao conta" dessas mulheres....mas se tem alguns por aki nesse pais machista com certeza eles assistem CQC!!

    ResponderExcluir
  9. Mania de povo querer mexer em time que ta ganhando (será que não percebem isso no futebol tambem?...)
    Deixa quieto do jeito que ta que ta excelente, garanto que qualquer mudança no elenco vai desvirtuar totalmente o programa. E essa mania de querer sempre falar do CQC, cara deixa do jeito que tá. Se quiserem, vão copiar o programa do cqc com mulheres e outro nome, ou programa similares...a Dani calabreza faz um programa na MTV chamado "Furo MTV" la ela fica numa bancada comentando noticias do jeito dela com o Bento, é quase uma copia de cqc.
    Tanta coisa que pode melhorar por aí e vocês querendo discutir um programa que conseguiu se consolidar ?

    ResponderExcluir
  10. Galera, vcs só num pensaram em uma coisa: a qto tempo o CQC está no ar na Argentina ou na Espanha???
    Isso tem quer levado em consideração.
    Acho que o programa ainda está se consolidando e claro q veio pra ficar, mas as mudanças são gradativas.
    Deixa os meninos tomarem conta do pedaço, depois uma mulher, um nome não tão conhecido como o da Marcela ou Dani, venha e acrescente ao programa.
    Tudo ao seu tempo.
    Sem agonias.
    O CQC tá engatinhando, se acertando.
    E quando chegar a hora certa ela virá!!!
    :P

    ResponderExcluir
  11. eu acho muito legal o cqc com homens; confesso que eu não gostaria que tivesse uma mulher, não nesse altura do campeonato. só os 7 homens de preto já está perfeito!!

    ResponderExcluir
  12. Aff estar muito bom do jeito que estar. pra quê mulher?
    eu, hein!!

    ResponderExcluir
  13. Aff estar muito bom do jeito que estar. pra quê mulher?
    eu, hein!!

    ResponderExcluir
  14. Acho que seria legal ter uma mulher no CQC!
    Mas ela teria que entrar simplesmente por encontrarem uma humorista com talento, e não porque é feita uma apelação para isso, pois isso já tira o mérito dela comparada aos outros. Acho que isso é uma forma camuflada de preconceito que se pensa que a mulher precisa de ajuda e amparo para se destacar! Claro que a Tv brasileira é patética quanto a isso, mas não é uma "cota de mulheres" como disse o outro comentário acima que resolverá o problema, e sim o agravará. A propósito, acho que a Dani Calabresa ficaria fantástica no CQC, contanto que ela entrasse pelo seu humor, e não porque tem que ter uma mulher.
    O mesmo pensamento se aplica ao negro.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. VitorBlasques10/07/2009 18:53

    Enquanto lia o texto do Murilo Andrade não pude deixar de pensar naqueles amigos na época do colégio que diziam "Não como no Mcdonalds nem tomo Coca-Cola, sou anticapitalista" e usavam tênis Nike ;-)

    O trunfo do CQC é exatamente ser "incorreto"! Sim, politicamente incorreto quando pensamos no formato de mídia e de informação. O CQC pode-se ser muito divertido, mas vai além disso. Ele desperta a vontade de pensar! E faz isso mais eficientemente que os "sérios" jornais, por que o humor é a forma de pensadores exibirem a verdade e sobreviverem à piada que é nossa realidade! Uma mulher? Claro com certeza, o mundo não é machista, é cada individuo em seu limitado direito de ser o que quiser. Um bom cérebro conquista tanto quanto uma boa bunda! Ok, talvez não tanto, mas uma boa bunda tem prazo, uma boa informação pode ser pra sempre ;-) #CQCrules!

    ResponderExcluir
  16. Concordo que seria excelente umas mulheres no CQC. E já vou logo dizendo à D. Band que o Tas com a peruca da Maísa não presta. :D

    ResponderExcluir
  17. Nathalia Loiola14/07/2009 02:39

    Uma mulher no CQC seira ótimo para quebrar um pouco alguns tabus da sociedade.

    Discordo com "a mulher jamais é orientada a ser engraçada, pois deste modo não conseguirá um parceiro. Uma pesquisa feita há alguns meses mostra que as mulheres procuram homens que as façam rir, enquanto eles preferem as que riem das piadas deles."

    Rir, ser divertido faz parte da vida, se não soubermos rir de nós mesmos, nada mais tem graça. Uma mulher na equipe do CQC não seria cantada pelos colegas, desde que saiba se impor. As comediantes femininas dos Stand-up's são respeitadas e divertidíssimas!

    ResponderExcluir
  18. Comunicação x visão.
    Roupa x conteúdo kkkk é engraçado, mas alguns programas de humor deixaram de ter graças de tanto que apelam para nudez, não preciso citar aqui que falo do pânico né? rs. O apelo é tão grande que raramente tem algo com conteúdo. Mas falando de humor inteligente acredito que ter uma mulher vestida, e que saiba entrar e sair de qualquer lugar, vá fazer a diferença sim. Eu particularmente sou extremamente humorada, e acredito que lidar com humor não é mesmo pra qualquer um. Se quizerem provarei o quanto o povo se engana no quesito humor feminino. Provo pra vocês, Custe o que custar kkkk. Beijão

    ResponderExcluir
  19. Excelente trabalho de informação, entretenimento, jornalismo, denuncia, agradeço a todos os senhores por mostrar de uma forma irônica como é nosso país.

    Tenho uma idéia sei que é utopica, porem preciso dividir com vocês.

    O que acham de propor para alguns senadores, a criação de projeto de lei, exigindo a divulgação, em radio, tv, jornal, revista, do preço de toda e qualquer mercadoria comercializada, separado do valor dos impostos.

    E ainda, a criação de um comprovante ou recibo emitido pelos comércios, do pagamento dos impostos em separado da mercadoria, exemplificando, comprou arroz, recebeu 2 comprovantes.

    Acredito que dessa forma diminuia consideravelmente e mais sensivelmente tudo o que acontece em nosso Brasil!.

    Poderia deixar milhões de razões pelo qual deveria existir um projeto partindo deste princípio. Pois pelo que vivencio é que muitos de nós brasileiros temos que ir mais vezes no oftalmologista.

    Espero ter sido o mais claro e breve possivel.

    Perdoem-me por utilizar este espaço.

    Nome: Valber
    e-mail: martins@hotmail.com

    ResponderExcluir
  20. GOSTARIA DE COMUNICAR O DESRESPEITO QUE UM POLITICO COMO O DE BARUERI FEZ COM O TAZ NOS SOMOS BABACAS E TEM MUITOS IDIOTAS QUE VOTAM EM UMA AMEBA DESSAS FICA AQUI O MEU PROTESTO E VAMOS EM FRENTE.

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates