sexta-feira, junho 26, 2009

CQC é elogiado e comparado ao "O Pasquim"

Nessa terça-feira (23), um jantar no Bar Lagoa marcou os quarenta anos do lançamento do projeto que redesenhou a imprensa e o humor brasileiros, e ajudou a derrubar o regime golpista: O Pasquim. O evento contou com a presença de inúmeros artistas, políticos e jornalistas – incluindo os de veículos que cresceram a partir da conivência com a ditadura, tão combatida pela publicação.

Sobre a importância e o sucesso do jornal na época, os integrantes do projeto disseram:

“O Pasquim foi importante não só politicamente ao, por exemplo, liderar a campanha pela anistia. Também renovou a linguagem jornalística, e influenciou toda a geração que veio em seguida”, comenta o cartunista Nani. “Foi ele que trouxe a palavra ecologia ao Brasil, e começou a criar o sentimento de preservação ecológica”, completou.

“Era uma coisa de momento histórico. Não era só a qualidade dos integrantes que impressionava, mas dos entrevistados também. A gente tinha o Chico Buarque e o Vinicius de Moraes dando entrevista. A época era outra” lembra Sérgio Augusto, responsável pela seleção dos textos dos livros lançados.

“O Brasil estava precisando de um Pasquim. As circunstâncias é a história que cria. Se você reunisse quatro jovens como os Beatles, hoje, eles não fariam tanto sucesso”, comparou Ziraldo.

Quando perguntados sobre possíveis seguidores no cenário midiático atual, pouco se citou. O programa Casseta e Planeta teria surgido de uma publicação semelhante, mas não seria o melhor exemplo de humor combativo. “Você imaginou alguma vez O Pasquim na Globo?”, perguntou Sergio Augusto. “A essência do humor é a liberdade. Hoje existe um outro tipo de censura, a do politicamente correto”, acusou Nani.

O programa CQC, da TV Bandeirantes, foi muitas vezes comparado ao Pasquim, e elogiado por muitos como uma tentativa de se fazer humor com crítica ao cenário político, sem apequenar a inteligência do espectador.

Felipe Andreoli, que cobria o evento comentou:“Acho difícil comparar. É claro que temos a ironia refinada, o enfoque político. Mas eles eram mais corajosos, enfrentavam a ditadura. E fazer jornal é muito mais difícil. A gente pode gravar e editar depois”.

Fonte: Brasil de Fato

Que responsabilidade hein meninos?!
Posted By: Viviane Pereira

CQC é elogiado e comparado ao "O Pasquim"

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

Um comentário:

  1. Ola tenho parceira a muito tempo com o blog do CQC mas não estou vendo o link do meu blog ai por favor atualize...

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates