terça-feira, agosto 25, 2009

Danilo Gentili "Se quisessem alguém famoso colocariam a Cicarelli"

A presença de figuras conhecidas colocou o concurso para o oitavo integrante do CQC em cheque por parte dos telespectadores do humorístico da Band.

Uma ex-participante do Big Brother Brasil (Juliana Soares Canabarro, da sexta edição), um apresentador do Nickelodeon (Américo Fazio Neto), um vocalista de uma banda indie conhecida (Paulo Afonso Macedo de Carvalho, o Paulão do Velhas Virgens) e humoristas conhecidos no circuito stand-up, como Carol Zaccoli e Rogério Morgado, estão entre os 34 concorrentes apresentados na última segunda-feira (17/8).

A desconfiança sobre a seleção de participantes de reality e game shows é comum entre parte dos telespectadores. Questionam os critérios na escolha dos concorrentes do 10 Anos + Jovem, Esquadrão da Moda, Big Brother Brasil, No Limite, Troca de Família e tantas outras atrações desses gêneros. “Por que esta pessoa e não eu, que também me inscrevi?” Para eles, à mulher de César não basta ser honesta. Tem de parecer honesta!

“Acredite ou não, a fama não ajudou na escolha de ninguém”, afima Danilo Gentili, um dos repórteres do CQC, em conversa exclusiva com o Poltrona.

Para ele, fama definitivamente não é o que o CQC busca no oitavo integrante. “Se o programa quisesse isso, não seria uma ex-BBB que estaria na lista dos escolhidos, mas sim a Daniella Cicarelli, que é muito mais famosa que ela”, comenta. “Seria uma grande discriminação o CQC deixar de fora pessoas que mandaram muito bem só porque já apareceram na mídia.”

Sobre Rogério Morgado, que já passou pelo Comédia ao Vivo, seu grupo de humor, Danilo Gentili diz que não teve qualquer influência na presença dele entre os 34 concorrentes a oitavo integrante do programa.

“Um site publicou que, por ser meu amigo, Rogério pode ser beneficiado no concurso. Eu acredito que vai ser o contrário. Por ser meu amigo, por mais que esteja mandando bem, ele pode ser prejudicado, pois têm muita gente pressionando e falando coisas que não sabem, o que pode fazer o programa optar por não escolhe-lo”, avalia o repórter do CQC.

Danilo Gentili esclarece que não teve qualquer influência na inscrição ou seleção de Rogério Morgado. “Nenhum repórter acompanhou o funil que deixou as 34 pessoas.”

O repórter conta que dois outros amigos que fazem comédia stand-up fizeram seus DVDs e pediram para ele entregar em mãos. “No dia em que eu ia entregar, liguei para o Rogério dizendo que podia levar o dele. Ele recusou e disse que não queria ninguém falando que, se passasse, seria por minha causa. Entreguei só os dois DVDs. Assistiram. Não escolheram os que eu entreguei. Mas entre os escolhidos estava o do Rogério, que foi entregue pelos Correios. As pessoas que assistiram ao vídeo não tinham a mínima idéia de que o Rogério é meu amigo.”

Danilo Gentili explica que ele, Felipe Andreoli, Oscar Filho e Rafael Cortez são os jurados da primeira fase do concurso, mas não têm qualquer poder de decisão.

“Aplicaremos testes aos 34 candidatos. A direção do programa assiste a tudo. Nós ouvimos no ponto a decisão da direção e passamos aos concorrentes. Me doeu o coração duas vezes nesse processo, quando achava que um ou outro deveria ficar, mas tive que revelar que estavam fora.”

Para o repórter, o processo de seleção tirará todas as dúvidas e desconfiança dos telespectadores. “Ao assistirem ao CQC nas próximas semanas, o público vai poder conferir porque essas pessoas foram escolhidas e não outras. E se supreender. Tenho certeza.”

Fonte Poltrona

Posted By: Viviane Pereira

Danilo Gentili "Se quisessem alguém famoso colocariam a Cicarelli"

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

6 comentários:

  1. adorei a Aline!!

    ResponderExcluir
  2. E aí parceria? BLOG Fã Clube do Rafinha Bastos. http://simeusouumidiota.blogspot.com ;)

    ResponderExcluir
  3. Muito bom! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  4. chamar a banda velhas virgens de indie? hahahahahahahaha essa é boa e o ACDC agora é bossa nova então.

    ResponderExcluir
  5. Claro que as pessoas desconfiaram desse processo. Ainda desconfiam. Na prática acontece muito a influência em muitos casos. Que pena que os processos seletivos em sua maioria são apenas faixada. A Mônica é boa, mas, vamos combinar que embora a Carol não seja o biotipo que a publicidade procura, ela é muito melhor, original, solta, rápida!

    ResponderExcluir
  6. Danilo Gentilli racista.

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates