segunda-feira, março 29, 2010

Marcelo Tas diz que programa continua investigativo


Exatamente uma semana após exibir no “CQC” uma reportagem que revelou o desvio de uma televisão na cidade paulista de Barueri, Marcelo Tas responde aos leitores do EXTRA, que ovacionaram a iniciativa do programa da Band. Convidado do “Você entrevista” desta semana, Tas recebeu muitos elogios por mostrar o quadro, após ser censurado na estreia da temporada. À internauta Luciene Oliveira, ele explicou que a ideia veio do “CQC” da Argentina, que fez algo parecido. Entre aplausos à denúncia, Luiz Carlos quis saber se a linha de reportagem investigativa será mantida.

— Sim! O “Proteste já” é o quadro que exige maior investimento nosso de tempo, trabalho e equipe. É também um dos mais apreciados — respondeu o apresentador.

Gabriel Innocêncio Ramos perguntou se o apresentador, xingado pelo prefeito de Barueri depois que o caso foi ao ar, quer processar o político.

— Fizemos a nossa parte. Agora é com a Justiça e os próprios cidadãos de Barueri.

Vale tudo por audiência, até sensacionalismo? À questão colocada diretamente da Alemanha por Claudia Schutz, Tas respondeu que não:

— Penso que o limite da ousadia ou da luta pela audiência não pode ultrapassar o respeito pelo telespectador.

Com quantos anos você começou na televisão? (Daniely Soares de Oliveira)

Com 20 anos, ainda na faculdade. Carregava caixa, enrolava cabo, dirigia kombi... Mas tinha certeza de que estava no meio que se alinhava com meus sonhos e vocação.

Tas, que conselho você daria para alguém que deseja se iniciar no ramo do humor? (Luiz Otávio Couto)

Leia bons livros. Ler aumenta o número de palavras que a gente conhece, melhora nossa capacidade de se expressar, potencializa as chances de aprender coisas novas, conseguir emprego e até ajuda a arrumar namorada.

Como vocês estão encarando o suposto plágio do programa de vocês pela Record? (Vicente de Freitas)

Não posso ter opinião sobre algo que ainda não existe. Torcemos aqui no “CQC” para que a Record consiga produzir mais um programa de humor de qualidade. Gosto muito do Tom Cavalcante, que esta lá.

O que você faz para manter essa careca sexy? (Jaqueline Batista Jorge)

Uso KY... Brincadeira, lindinha. Cuido dela com protetor solar, condicionador e massagens de gente querida. Quer se candidatar?

Primeiro, parabéns pelo “CQC” da semana passada. Gostaria de saber qual a sensação de ter um programa que consegue envolver tantos jovens em política numa época em que eles parecem tão distantes do assunto. (Juliana Casemiro)

É uma enorme recompensa receber um elogio como o seu. Também ouço com muita atenção pais e filhos que assistem ao programa juntos e dizem que ajudamos eles a entender o mundo. Para retribuir este carinho, passei a usar o slogan, “CQC, o programa da família brasileira”.

Bateu algum receio de cutucar a onça com vara curta no caso de Barueri? (Regis de Lima Borges)

Não temos medo, mas não somos irresponsáveis. Sabemos dos riscos que corremos, mas tratamos de nos cuidar bem antes, durante e depois. Aqui no Brasil, temos que perder o receio de denunciar os desvios e criticar os poderosos. Nós que pagamos a conta com o nosso trabalho. Temos que ter os destinos do país nas mãos dos cidadãos.

Você acha que dá para fazer piada com tudo na vida? (Pedro Ivo Nogueira Silva)

Sim. O humor é a capacidade do homem rir de tudo, até de suas tragédias coletivas e pessoais. Rir é a única coisa que nos diferencia dos animais. Pense nisso.

Tas, o que tira seu humor? (Pâmela Bandeira da Silva)

Ignorância e violência. Viva o amor e o Rio!

Você fica aborrecido quando comparam o trabalho de vocês ao do “Pânico”? (Natália Bento)

Não. Admiro o talento do pessoal do “Pânico”, apesar do nosso humor ter natureza bem diferente.

Você tem alguma superstição antes de entrar em cena? (Lidiane Marins da Silva)

Abraço o Rafa (Cortez), o (Marco) Luque e quem da equipe estiver por perto e damos uns pulinhos juntos. Não posso contar o que falamos, é segredo e obsceno.

Como controla essa turma toda tão talentosa? (Vicente André de Paulo)

Com chineladas!

Marcelo, qual o seu maior sonho ainda a se realizar? (Paulo Santos)

Fazer uma viagem à Estação Espacial.

Qual seria o próximo passo vitorioso de sua carreira? (Milton Barros Filho)

Publicar um livro para crianças.

Você é contra ou a favor das cotas nas universidades? (Paulo Henrique)

Contra cotas raciais, a favor de projetos que estimulem os batalhadores com poucos recursos, como o Prouni.

Fonte: Extra

Posted By: Taiane

Marcelo Tas diz que programa continua investigativo

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates