terça-feira, maio 11, 2010

'O povo quer saber' agrada público e imprensa


Não é todo dia que alguém tem o descaramento de perguntar para Marina Silva quem é o político mais sexy do Brasil. Nem de sugerir que José Serra dance o rebolation, hit do verão passado. Nem de pedir para Dilma Rousseff fritar um ovo em rede nacional. Mas os programas de humor e os populares têm.

Atrações como CQC, Pânico na TV e Superpop acabam tendo um papel não só de deixar a corrida eleitoral mais leve - ou constrangedora, por vezes -, mas de atrair um público que talvez não se interesse tanto pelo assunto.

"Ouço jovens dizendo que não queriam mais saber de política e voltaram a ler jornal depois de ver denúncias ou piadas no CQC", diz Marcelo Tas, apresentador do programa. "O humor desperta consciência crítica."

No quadro "O povo quer saber" do CQC, o público faz perguntas das mais variadas - sobre a ideologia do candidato ou sua primeira experiência sexual. Até aqui, Serra e Marina responderam à sabatina. E se saíram bem. "Enviamos as perguntas para Dilma e estamos aguardando a confirmação da assessoria", diz Tas.

Tanto o quadro do CQC quanto a campanha que o Pânico faz para que os pré-candidatos rebolem ao som de axé se transformaram em febre na internet. "Esses momentos de descontração dos políticos serão usados tanto para o bem quanto para o mal. E não só para o bem como os entusiastas da campanha de Obama querem acreditar", alerta o consultor político, Carlos Manhanelli.

Ontem foi a vez do Ey-ey-ey-mael participar da sabatina do povo no CQC. O religioso/político confirmou que casou virgem e disse que se tivesse um filho gay pagaria o casamento.

Sobre a descriminalização da maconha, Eymael se mostrou totalmente contrária e disse que toda “forma de droga deve ser combatida”.

Eymael é conhecido pelo jingle de sua campanha à prefeitura de São Paulo em 1985. O refrão "Ey Ey Eymael, um democrata cristão" é repetido até hoje e considerado um case publicitário.

Para as eleições deste ano, o pré-candidato cristão propõe “conquistar o poder para transformar o Estado de Senhor em servidor’’.

É bom ver a repercussão positiva que "O Povo quer Saber" vem causando na imprensa. O quadro acabou caindo nas graças da mídia por ter um formato leve, onde, além de responder perguntas sérias e provocadoras, também tem seu momento de descontração com perguntas non-sense feitas pelos eleitores. 

Fontes: Estadão | e-Band
Posted By: Viviane Pereira

'O povo quer saber' agrada público e imprensa

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

Um comentário:

  1. É, realmente o quadro é muito bom. É ótimo ver a reação das celebridades diante das perguntas mais improvaveis... rsrsrs.

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates