quarta-feira, junho 23, 2010

Danilo Gentili é agredido pela GCM de São Bernardo do Campo em gravação do Proteste Já


O repórter Danilo Gentili disse que foi agredido por guardas municipais de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, na tarde desta terça-feira, dia 22.


Gentili, que estava em uma gravação para o “Proteste Já”, contou que estava em um espaço público quando ele e sua equipe foram abordados por cinco guardas municipais, que quiseram prendê-los, além de tê-los agredido com empurrões e socos.


O repórter contou que eles deram soco em sua cara e que foi “uma agressão gratuita e covarde”. Ele também revelou que os guardas quiseram algemá-lo e chegaram a dar voz de prisão à equipe, alegando desacato.


A equipe do CQC foi a uma escola de São Bernardo do Campo que funciona ao lado de uma área que corre risco de desabamento e conversou com diversas pessoas ligadas a pauta, inclusive a diretora, que deu entrevista de dentro da escola, com a equipe do lado de fora.


Por fim, Danilo ainda disse que pais de alunos que assistiram à cena chamaram a Polícia Militar, que acalmou a situação e levou a equipe para a delegacia, onde registraram um boletim de ocorrência.


No Twitter, Danilo ainda mandou a mensagem: “12 viaturas pra me prender! Parabéns a toda guarda civil de SBC pela competência!” (Fonte: Folha Online)

Update

Danilo Gentili: “Tenho marcas roxas pelo corpo”:

Danilo Gentili foi ao Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo na manhã desta quarta-feira (23) para comprovar que foi vítima de agressões físicas dos guardas civis da cidade de São Bernardo do Campo (SP) enquanto realizava uma reportagem sobre o risco de desabamento de uma escola construída ao lado de um barranco.


"Tenho marcas roxas pelo corpo. Cheguei na fila do IML às 10h desta manhã para fazer o corpo delito e provar que fui agredido fisicamente. Eles me deram ‘gravatas’ e socos. Só depois disso que eu parti para o xingamento. Minha agressão foi verbal e aconteceu depois da agressão física deles. Está tudo registrado em vídeos. As imagens são claras. Vou com essa história até o fim”, afirmou Gentili a QUEM no início da tarde desta quarta.


O comunicado da Secretaria de Comunicação de São Bernardo do Campo afirma que o humorista teria desacatado dois oficiais. "A ordem de prisão foi dada após Gentili ofender, inclusive com palavras de baixo calão, aos GCMs". O humorista confirma os xingamentos. "A agressão verbal aconteceu, mas só depois de eu ter sido agredido fisicamente".

Fonte: Quem

Update 
As mães de alunos da Emeb Júlio de Grammont defenderam Danilo Gentili. Segundo o grupo, o repórter saía de forma pacífica depois de fazer uma reportagem sobre o parquinho quando um GCM (Guarda Civil Municipal) aplicou-lhe uma gravata e o puxou de volta para as dependências do Cenforpe. "Não havia necessidade de se fazer aquilo", disse uma delas.


A TV Band informou que não divulgará as imagens do ocorrido antes do programa ser transmitido, o que ocorrerá na próxima segunda-feira. A emissora confirmou que o humorista realizou ontem exame de corpo de delito, mas não informou o resultado da análise, que pode confirmar se o repórter foi realmente agredido pelos guardas. A Prefeitura de São Bernardo nega que Gentili tenha sido agredido. O repórter, segundo a administração, teria desrespeitado os guardas.


Pelo menos o buzz gerado eplo Danilo Gentili sobre o caso já obteve resultado: o prefeito da cidade Luiz Marinho visitou o local e disse que a construção de um muro de arrimo para a contenção do barranco já está previsto nas reformas do loca, mas ainda não estipulou uma data para a construção do mesmo.


Fonte Diário do Grande ABC

A Band liberou um trechinho do vídeo da agressão sofrida pelo Danilo Gentili em seu portal. Confiram:





Posted By: Taiane

Danilo Gentili é agredido pela GCM de São Bernardo do Campo em gravação do Proteste Já

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

44 comentários:

  1. A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Bernardo do Campo afirmou que o repórter teria desacatado a dois oficiais da corporação com palavras de baixo calão no Centro de Formação dos Profissionais da Educação; e nega que os guardas tenha agredido Danilo.

    http://www.estadao.com.br/noticias/geral,reporter-do-cqc-diz-ter-sido-agredido-por-guarda,570769,0.htm

    Será q o CQC vai ter que mostrar o material na íntegra de novo?
    Absurdo!

    ResponderExcluir
  2. Leonardo Santos23/06/2010 10:41

    Pelo que nós ja conhecemos nossos politicos, com certeza terá que mostrar as imagens...

    ResponderExcluir
  3. isso se não for censurado...

    ResponderExcluir
  4. Exatamente, sempre conseguem um jeito de censurar as matérias!

    ResponderExcluir
  5. Incrivel como procuram culpar sempre quem esta quer mostrar a verdade e real situaçao de calamidade que anda nosso pais,culpar o Danilo pelas agressoes sofridas por ele e sua equipe é apenas um meio de nao assumir a responsabilidade. Os governantes deste pais devem ser incomodados sim,alguem tem que mostrar o que outros querem esconder da sociedade. E nesse pais o CQC, e A Liga sao os unicos programas que procuram mostrar essas realidades.

    Deus abençoe a todos

    ResponderExcluir
  6. Como funcionária da Prefeitura não posso me identificar, mas fiquei envergonhada com tudo o que ocorreu. Infelizmente um problema que está ocorrendo desde a inauguração do prédio daquela escola precisou de uma denúncia na imprensa e toda essa palhaçada inominável da GCM para receber alguma atenção... Só espero que nada disso tenha sido em vão!
    Apesar de toda a truculência com que trataram o CQC, gostaria de agradecer a presença de vocês, já que finalmente puderam olhar para o problema de frente... e ele é seríssimo!
    Obrigada!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. se for pra censura coloquem na net.. se foi feito a matéria é pq alguém fez a denuncia e precisava q todos vissem a merda de prefeito da cidade,q compra carro zero e a escola q desabe .q isso gente e a guarda.. qdo se precisa de policia nas ruas não tem uma?e agora pra mostar a verdade a frota toda aparece pra fazer bonito?aaaaa q isso... não deixem q essa materia fik fora..

    ResponderExcluir
  8. A questão, no português claro, é a seguinte: O CQC ia, corretamente, mostrar mais uma cagada da prefeitura de São Bernardo, e as autoridades usaram a GCM, que é um orgão completamente inútil, para tentar impedir que todos ficassem sabendo de mais essa putaria. E mesmo com tudo isso, esse prefeito trapalhão e incompetente, Luiz Marinho, ainda quer se eleger governador do estado em 2014. Patético.

    ResponderExcluir
  9. Vale lembrar que o risco de censura realmente existe, pois há poucas semanas atrás o prefeito Luiz Marinho conseguiu liminar censurando reportagem do jornal Diário do Grande ABC sobre descarte de material escolar em bom estado.

    ResponderExcluir
  10. esses policias do brasil sao todos um otarios inves de ta atras doq e erado nao vai atras das pessoa q ta fazendo o serto porisso eu axo q o cqc esta de parabens pelo progama e comtinua assin mostrando kei e essas pessoa do nosso brasil falssas e canalha e covarde seus policia seus porcos

    ResponderExcluir
  11. Agora o seu PT vem com desacato a autoridade, mais GCM não é a cuidar de bens da prefeitura ??? e para perder jornalista, vê como GCM são todas despreparada, se lembra do GCMs de São Caetano, isso Marinho seus Guardas são sem preparo e o culpado e o reporter, que foi mostra sua ca....., isso PT sua ditadura está ai

    ResponderExcluir
  12. ¬¬ por isso digo policia nao serve pra nada policia nao se deve dar respeito por que são um bando de pau no rabo,nao tem o que fazer nao vao atras de bandido por que nao tem coragem só servem pra parar e atrapalhar quem nao esta fazendo nada .ta ae quero mais que eles se explodão e paguem pelo que fizeram mas como sempre nao vao fazer nada.mais ae danilo espero que esse guardinhas de merda se lasquem

    ResponderExcluir
  13. O Brasil ainda precisa avançar muito para merecer ser chamado verdadeiramente de democracia.

    E não tenham dúvidas, o avanço da democracia brasileira será fruto da mobilização popular ou não será.

    Este ano a Marcha da Maconha foi proibida pela justiça em São Paulo, Fortaleza e Salvador.

    A liberdade de expressão no Brasil não é um direito consagrado.

    ResponderExcluir
  14. Mas já gostam de agredir o Danilo, putz! Ainda bem que as suas atidudes e a sua insistência não são reprimidas...

    Gosto muito do Danilo no Proteste Já!

    ResponderExcluir
  15. Shuashuashuashuashua =x
    euri'

    ResponderExcluir
  16. Eu como moradora de São Bernardo do Campo, me revolto com essas histórias.
    Como podemos ter esperanças se nossos policiais, que deveriam nos servir e proteger, agridem pessoas que querem mostrar os erros de uma politicagem sem escrúpulos???

    Mas realmente parabéns ao CQC, que mesmo enfrentando esses problemas conseguiram fazer com que olhassem para o problema de frente!

    ResponderExcluir
  17. Esses guardinhas que acham que são puliça. Não sei se sinto mais vergonha pelo prefeito ou por esses seres que acham que são homens quando estão em bando.Quero ver sozinhos ...
    Pulicinhas de meia tigela ..
    kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  18. Além de ser revoltante,é uma puta falta de respeito à liberdade de expressão.Eu quero dizer uma coisa mto importante: enquanto os policiais agridem e prendem quem tá fazendo seu trabalho numa boa e mostrando os fatos como eles realmente são,tem mto canalha roubando,estuprando e matando e eles nem sequer tão sabendo

    Apesar de td isso,quero parabenizar ao CQC e ao Danilo pelo brilhante trabalho

    DAN,TAMO JUNTO!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  19. Gosto do Danilo, me pareço com ele..kkkkk, eu acho que os policiais se empolgaram muito, mas no Brasil é assim, enfim do lado da prefeitura como dos guardas eles não tem razão,manda para frente Danilo ferra esses guardas e prefeitura, so estão fazendo merda!

    ResponderExcluir
  20. Meu Deus, será que vivemos ainda sobre pressão da DITADURA MILITAR???Que absurdo o que aconteceu com Danilo Gentilli!!!Até quando iremos "assistir" esse tipo GROSSERIA em cima dos Jornalistas???É isso aí galera, tem de mostrar os abusos de poder causados por esses "CAPITÕES DO MATO", totais primitivos sem escrupulos!!!!

    ResponderExcluir
  21. Acabei de assistir ao CQC e confesso que nao sei se fiquei mais indignado com a diretora ou com a agressao covarde dos Guardas Municipais ou com a postura do Sr Luiz Marinho em relacao a agressao, ao menos poderia ter se preocupado com a repercussao e... se preocupar com votos! Espero que ao menos tomem providencias com os riscos que as criancas correm.

    ResponderExcluir
  22. Acabei de assistir ao CQC e confesso que nao sei se fiquei mais indignado com a diretora ou com a agressao covarde dos Guardas Municipais ou com a postura do Sr Luiz Marinho em relacao a agressao, ao menos poderia ter se preocupado com a repercussao e... se preocupar com votos! Espero que ao menos tomem providencias com os riscos que as criancas correm.

    ResponderExcluir
  23. o que me adimira são politicos como esse prefeito ainda, conseguir se eleger, pelo amor de Deus não votem mais nesse DINOSSAURO.. absurdo a entrevista desse prefeito..

    ResponderExcluir
  24. Danilo, paga um bom advogado, fode esses micropolicialzinhu ae e joga uma materia no cqc, bando de gambezinho sem moral e sem preparo algum. Vo adorar ver a justica foder esses policial corrupto, como diria o grande capitao nascimento! ;)

    ResponderExcluir
  25. Eu se fosse policial ou familiares desses estaria envergonhado. Não sairia na rua uma semana pelo menos tamanha a incompetência dos elementos. Uma vergonha, como ocorre em todo o Brasil. E como sempre tem gente que acoberta esse tipo de atitude, sem fundamento, agressão gratuita.

    A Band e o CQC estão de parabéns por mostrar como nossas cidades estão sendo administradas por esse Brasil afora.

    É revoltante a atitude dos policiais. Nem saberia o que fazer com uns caras desses. Cambada de trouxas que mesmo com todas as filmagens negam agressão e abuso de autoridade. UMA VERGONHA!!!

    ResponderExcluir
  26. Carlos /São José dos Campos29/06/2010 00:28

    Exageros , como sempre, de todos os lados. Não assisti as cenas , mas antes de tudo já faço ressalvas. O CQC não é um programa jornalístico, pelo amor de Deus. E nem o ator deve ser chamado de jornalista ou repórter. É uma ator , um humorista. Sem distorções para que não sejam vítimas de distorções também. Sem assistir as cenas e sabendo que o ator/humorista em questão não é lá dos mais "respeitadores" fico com "pé atrás". Mas ao mesmo tempo gostaria de uma investigação séria e que sejam punidos os culpados. Que a fita seja analisada por especialistas que confirmem que não houve edição, etc. Eu já tenho idade suficiente para não me fiar no que político diz tanto quanto o que a TV mostra como verdade absoluta. O povo precisa aprender a usar seus direitos. Meu Deus, como é que as mães chamam um programa humorístico para resolver um problema desses? Será que elas se dispuseram a procurar seus direitos? Ou são do tipo que não acreditam em justiça, ministério público , etc., e substituem tudo isso por um programa de TV? Primeiro deviam ter buscado os caminhos legais. Caso não fossem atendidas , aí sim, por que não a mídia? No mais, o programa quer essa audiência , mas não educa. Cria uma cultura errada na população que continuar acreditando no "Sìlvio Santos" e na "porta da esperança" para solução de seus problemas. No mais, que seja feita a justiça e que eventuais culpados sejam punidos.

    ResponderExcluir
  27. Sou de Curitiba e acredito que o Sr Luiz Marinho deve ter ficado envergonhado. Eu fiquei por ele ainda estar filiado ao PT um partido que apanhou muito por mostrar o que é errado. Faz parte do Jogo, e assumir que houve erro seria um gesto de muita sabedoria. O que me deixa receioso é que sempre quando esses guardas estiverem alguém que eles estiverem espancando serão acusados de ter xingado. Ouseja nesse caso quem eles precisam chamar

    ResponderExcluir
  28. ISTO VINDO DE UM PARTIDO QUE SEMPRE PREGOU A LIBERDADE, TAMBEM PUDERA PREGAVAM A HONESTIDADE NA POLITICA MENSALAO CENSURA TRUCULENCIA ISTO E O PT

    ResponderExcluir
  29. O Sr Carlos /São José dos Campos says:
    que se manifestou tem suas razões quanto ao programa ser Humorístico e o Gentile ser um ator, porem acredito que se cada programa de Humor da mídia dedica se parte de seu conteúdo para nos mostrar os desmandos e a falta de respeito que governantes tem com a população estariam sim cumprindo um importante papel ,alem do entretenimento,
    Senhor Marinho perdeu a oportunidade de dizer.........lamento , não aprovo , vou apurar, me desculpe......... , mas falta humildade, para quem acredita que o poder é eterno Mesmo sendo Humorista o Ator merece o respeito, assim como todos nós , e o prefeito ágil da mesma forma que seus Guardas , sem prepara nenhum , lamento para lidar com a situação .
    Rosana Sorocaba

    ResponderExcluir
  30. Justamente no berço do petismo, num município "comandado" por um "trabalhador" companheiro, um jornalista TRABALHADOR sofre uma porradaria desta ?

    ResponderExcluir
  31. Quero parabenizar a GUARDA MUNICIPAL de SBC pelo ato de COVARDIA, pela MÁ PREPARAÇÃO DOS PROFISSIONAIS e pela demonstração explícita de ABUSO DE PODER.

    Aproveito também para demonstrar a grande admiração ao prefeito Luiz Marinho pela sua IRONIA e FALTA DE RESPEITO com o povo brasileiro e principalmente com os cidadãos de SBC.

    BRASIL! UM PAÍS DE TODOS!

    ou melhor

    BRASIL! UM PAÍS DE TOLOS!

    lcl: dutti.79@hotmail.com

    ResponderExcluir
  32. É sr. carlos de são josé dos campos pelo q vejo sua pessoa deve ser de classe alta ou coisa parecida ou na tua cidade nunca houve problemas com os politicos do poder da tua cidade, pois acreditar q a corda nunca estoura para o lado mais fraco? bom naum é tua realidade... boa sorte neste teu mundinho, sabemos q neste nosso mundo só se apura oq a midia mostra, ou se vc é do poder moro na região do abc, e sei bem como funciona por aqui, e digo mais o publico q acompanha o CQC não é nenhum povo medilcre como vc flw...
    tenho amigos na guarda de são bernardo e eles falaram sim q deram um coro no rapaz porque ele é folgado porém vc apoia o abuso de poder? pelo q vejo sim, que tua cidade nunca tenha isso, ou q nenhum politico atropele algum parente seu ou até mesmo vc pois kero ver se vc terá mais poder q ele para ser apurado os fatos ou apenas apagado, ou será q vc vai procurar a televisão para te ajudar? abraço e fica com DEUS ...

    ResponderExcluir
  33. Não é a primeira vez que vemos abuso de poder por determinadas autoridades, principalmente as que tem poder de policia.não tem o que discutir as imagens falam por sí só.o CQC é um programa que presta um serviço a comunidade não agride fisicamente nem fala mentiras, apenas mostra a realidade do descaso do poder público com a população. E isso incomoda os politicos principalmente os maus politicos.

    ResponderExcluir
  34. Me parece que o sr. Carlos de São José dos Campos vive em outro país. O CQC não é um programa humorístico. É um programa de reportagem, protesto e vigilância política e social, com perfil humorístico. O quadro Proteste Já é destinado aqueles casos onde as tentativas institucionais de solução do problema são inócuas. A própria população aciona a produção do programa e os resultados por eles obtidos são sempre positivos. O caso de São bernardo é típico de um equívoco de atribuições de poder a uma guarda despreparada, acobertada por um dirigente petista, que deveria estar à disposição para defender a democracia sob o seu mandato (aliás, lembrem-se o que é um mandato eleitoral), no entanto , como tem sido característica de políticos no Brasil, do Executivo ou Legislativo, o Sr Prefeito Luiz Marinho se sente acima do bem e do mal, negando-se a assistir as inequívocas cenas tão claras do excesso cometido. Aliás, esse tem sido um legado absorvido pelos simpatizantes de Hugo Chavez, na América do Sul(é necessário ter o discernimento e perceber a diferença de material editado para tornar viável a sua publicação, e de material editado para distorcer as idéias contidas. O material apresentado não deixa margem às distorções, por mais que seja editado , nada muda as imagens das agressões inconcebíveis). Lembrem-se dessas imagens na hora de votar, um dia pode ser um filho seu apanhando ou sendo executado Lamentável...

    ResponderExcluir
  35. Grande Gentili, é uma honra ter um programa que realize denúncias sobre todo o tipo de absurdo que vemos pelo nosso país. É uma pena que são apenas poucos que realmente ainda o façam. Continuem assim.

    ResponderExcluir
  36. Ah.. Já vimos que os Políticos desse país não levam em consideração o bem estar e a educação de uma Nação. Agora imaginem vocês o que uma prefeitura ou melhor um prefeito (São Bernardo do Campo) não faz para limpar o nome Dele.
    (GCM)Não tem autoridade para fazer o que fez.
    Caso de Agressão agora só Polícia civil poderá apurar o caso.
    Mas... já é causa ganha pois o abuso de Autoridade já foi mostrado perante as camêras.
    (@PlasticoBolha_)

    ResponderExcluir
  37. valeu gentilli, bom trabalho

    ResponderExcluir
  38. Com Que Cara?29/06/2010 23:45

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  39. é isto ai cqc! não se acovardem perante ,as pseudo-autoridades, continuem seu trabalho,e denuciem sempre, o que stá errado pela primeira vez no Brasil temos o prazer de vivenciar reportagens inteligentes e descontraidas só quem não aprecia são os que andam errados. então voces tem todo meu apoio,sou policial e digo estes das agressoes são menoria, e com certeza merecem ser punidos.

    ResponderExcluir
  40. AGRESSÃO CONTRA UM POLICIAL MILITAR EM IBIÚNA PELA GUARDA CIVIL

    Uma desavença entre um policial militar e guardas municipais de Ibiúna terminou em registro na delegacia daquela cidade, através de boletim de ocorrência de desacato e abuso de autoridade. O caso, ocorrido na noite do sábado retrasado, também gerou a abertura de procedimentos internos nas duas corporações, gerando inclusive a discussão sobre a competência da instituição municipal. O PM Ricardo de Jesus Pazine, 34 anos, acusa o GM Daniel Leandro Valencio, 31 anos, de ter comandado uma sessão de tortura, sem nenhum motivo ou amparo legal para isso. O comando da GM diz que os fatos estão sendo apurados.

    De acordo com a denúncia do soldado Pazine - seus pais moram em Ibiúna, mas ele trabalha e mora em Cotia - o caso de abuso de autoridade ocorreu na rua Capitão Manoel de Carvalho, na área central, próximo à rotatória que dá acesso a São Paulo. Segundo consta no boletim de ocorrência, o soldado Pazine passou com o Ford Verona azul, placas CIE-2082, de Ibiúna, pelo local, ultrapassando uma viatura da Guarda Municipal. Cerca de 200 metros à frente, percebeu que a viatura aumentou a velocidade e saiu em sua perseguição, inclusive com o giroflex ligado. O PM então teria parado o veículo, e a viatura da GM, após uma freada brusca, parado na sua frente. Exaltado, o GM Valencio teria saído com a arma em punho, gritando que era polícia, e que ao ver que era o soldado quem estava no Verona, o teria reconhecido, chamando-o pelo nome.

    A partir daquele momento, o soldado que não exibe o rosto por trabalhar no serviço velado em Cotia, denuncia que o encarregado da viatura da GM colocou a arma em sua garganta, e que mesmo diante da tentativa de diálogo, uma vez que são conhecidos e não entendia o que estava acontecendo, o GM Valencio retirou a pistola ponto 40, de propriedade da PM que estava na cintura do soldado, e ordenou aos outros dois GMs, seus comandados, que o algemassem. Na sequência, o soldado afirma ter sido jogado ao chão, sofrendo ferimentos no rosto, no ombro, orelhas, mãos e joelhos. Ele disse ainda que, enquanto permaneceu no chão, dois dos GMs davam tropeções em seu corpo, e que apenas um deles não teria tido comportamento agressivo.

    Para a reportagem, o soldado afirmou que não tinha porque se envolver em confusão, sendo que sua remoção para trabalhar em Ibiúna já estava acertada, e agora não mais ocorrerá: eu pretendia comprar uma chácara aqui para trazer minha mulher e filho, nascido há menos de um mês. Ainda abalado, soldado Pazine, que está de férias, diz que passará por psicólogo da PM, e esclarece que possui muitos amigos na Guarda e que não deseja criar nenhum atrito entre as corporações, mas que espera que justiça seja feita.

    ResponderExcluir
  41. Uma desavença entre um policial militar e guardas municipais de Ibiúna terminou em registro na delegacia daquela cidade, através de boletim de ocorrência de desacato e abuso de autoridade. O caso, ocorrido na noite do sábado retrasado, também gerou a abertura de procedimentos internos nas duas corporações, gerando inclusive a discussão sobre a competência da instituição municipal. O PM Ricardo de Jesus Pazine, 34 anos, acusa o GM Daniel Leandro Valencio, 31 anos, de ter comandado uma sessão de tortura, sem nenhum motivo ou amparo legal para isso. O comando da GM diz que os fatos estão sendo apurados.

    De acordo com a denúncia do soldado Pazine - seus pais moram em Ibiúna, mas ele trabalha e mora em Cotia - o caso de abuso de autoridade ocorreu na rua Capitão Manoel de Carvalho, na área central, próximo à rotatória que dá acesso a São Paulo. Segundo consta no boletim de ocorrência, o soldado Pazine passou com o Ford Verona azul, placas CIE-2082, de Ibiúna, pelo local, ultrapassando uma viatura da Guarda Municipal. Cerca de 200 metros à frente, percebeu que a viatura aumentou a velocidade e saiu em sua perseguição, inclusive com o giroflex ligado. O PM então teria parado o veículo, e a viatura da GM, após uma freada brusca, parado na sua frente. Exaltado, o GM Valencio teria saído com a arma em punho, gritando que era polícia, e que ao ver que era o soldado quem estava no Verona, o teria reconhecido, chamando-o pelo nome.

    A partir daquele momento, o soldado que não exibe o rosto por trabalhar no serviço velado em Cotia, denuncia que o encarregado da viatura da GM colocou a arma em sua garganta, e que mesmo diante da tentativa de diálogo, uma vez que são conhecidos e não entendia o que estava acontecendo, o GM Valencio retirou a pistola ponto 40, de propriedade da PM que estava na cintura do soldado, e ordenou aos outros dois GMs, seus comandados, que o algemassem. Na sequência, o soldado afirma ter sido jogado ao chão, sofrendo ferimentos no rosto, no ombro, orelhas, mãos e joelhos. Ele disse ainda que, enquanto permaneceu no chão, dois dos GMs davam tropeções em seu corpo, e que apenas um deles não teria tido comportamento agressivo.

    Para a reportagem, o soldado afirmou que não tinha porque se envolver em confusão, sendo que sua remoção para trabalhar em Ibiúna já estava acertada, e agora não mais ocorrerá: eu pretendia comprar uma chácara aqui para trazer minha mulher e filho, nascido há menos de um mês. Ainda abalado, soldado Pazine, que está de férias, diz que passará por psicólogo da PM, e esclarece que possui muitos amigos na Guarda e que não deseja criar nenhum atrito entre as corporações, mas que espera que justiça seja feita.

    ResponderExcluir
  42. achei uma palhaçada isso véio na real esses seguranças chinelos tem que pagar pelo que fizeram

    ResponderExcluir
  43. por falar nisto como ficou a escola realmente fizeram o muro ou so ta no papel ainda

    ResponderExcluir
  44. gostaria de dizer q aqui no embu existe um grande grupo de exterminio de gcm q estar usando da altoridade q na realidade segundo a lei nao existe eles abordam as pessoa de carro ou a pe .eles são grossos mal educado e acham q nos cidadãos de bem somos bandidos aos olhos deles eu voltei a estudar pra ver se mudo isso a tanbem temos um outro grupo de pms matando

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates