terça-feira, julho 13, 2010

Análise do CQC 104 - por Pedro Rech

 

Apesar de um “Proteste Já” épico e empolgante, do encerramento da cobertura da Copa do Mundo e do início da cobertura da corrida eleitoral, o CQC dessa segunda-feira foi apenas médio. Considerações mais apuradas a seguir:



Pontos Altos: 
É preciso começar elogiando o desempenho da bancada, que essa segunda-feira estava especialmente ácida e violenta. Seguindo, impossível não citar também o início da cobertura da corrida eleitoral, com a matéria dupla de Danilo Gentili no comício de Dilma Rousseff e Mônica Iozzi entrevistando o candidato “nanico” Plínio Arruda. Foi deveras um bom começo, e Rafinha Bastos disse na bancada, logo antes da exibição da matéria, que a cobertura desse ano faria jus à cobertura de 2008. Se assim for, é o início de uma fase espetacular, pois o “Especial de Eleições 2008” permanece, até hoje, como o melhor programa de todos os tempos.

E eis que chegamos ao verdadeiro ponto alto desta semana, o “Proteste Já” sobre o esgoto irregular em Analândia, que poderia muito bem render uma análise individual. Encarando a agressão covarde contra a equipe do CQC como fato secundário (que foi, diga-se de passagem, muito mais grave do que o ocorrido em São Bernardo do Campo, pois lá o ocorrido foi resultante do despreparo e ignorância da força policial, já em Analândia, os agressores eram nada menos do que o corpo administrativo da cidade que sabiam muito bem o que estava fazendo, e dentro da própria prefeitura, ou como gostaria de chamar, hospício), resta-me conduzir uma breve análise da patologia doentia do ex-prefeito e atual chefe de gabinete da prefeitura, o Sr. Roberto Perin (DEM). A princípio, Roberto Perin é completamente louco, e no sentido clássico da palavra, com direito à lobotomia e tudo mais. Por Deus, o que foi aquela assustadora conversa de "boneco" e a performance para as câmeras? O povo de Analândia entregou sua cidade a um verdadeiro psicopata. Um super-vilão ao estilo da era de ouro dos quadrinhos. Possivelmente, o pior de todos já enfrentado pelo CQC, e eu pretendo demonstrar o porquê.

Dentro da galeria de vilões clássicos do CQC, podemos encontrar o bom e velho deputado federal José Genoino (PT-SP), cuja índole maligna peca pela indiferença e auto-controle diante às câmeras. Luiz Marinho (PT), o ilustre prefeito São Bernardo do Campo, como tantos outros inimigos clássicos, peca por fugir da entrevista quando esta se aproxima do auge. Rubens Furlan (PMDB), o mártir da democracia e saudoso prefeito de Barueri, pecou por estar enclausurado dentro de sua própria fúria, parecendo ao público em geral apenas um grande cara de pau e não um lunático. Já Roberto Perin parece ter a capacidade de entender perfeitamente o poder da mídia, e assim consegue subverter completamente a entrevista. O que se pode responder a alguém que nega veementemente a verdade exposta, no caso, o problema do esgoto? Como permanecer são perante a mais completa loucura? Dessa forma, repórteres mais fracos e desavisados poderiam facilmente serem rebaixados ao nível da ignorância e violência, e nessa rebaixamento ergueriam Perin aos louros da vitória. Mas Gentili, também como um super-herói clássico, em uma reação exemplar, permaneceu firme e consciente ao enfrentar esse verdadeiro Coringa brasileiro, e o resultado foi o que vimos segunda-feira. Espero que essa história não caia no esquecimento, jamais.

Uma pena que não pudemos ver Mônica Iozzi em ação nesse “Proteste Já”. Teria sido a provação definitiva para a já consagrada carreira de nossa musa. A título de curiosidade, Mônica não foi a primeira repórter fora do eixo Rafinha-Gentili a carregar o manto do “Proteste Já”. Ainda em 2008, Felipe Andreoli teve uma participação regular no caso barra-pesada dos funcionários fantasma na cidade de Cotia.
Prosseguindo, vale citar os sempre divertidos “A Semana Em Fotos” e o “Top Five”, bem como do “O Povo Quer Saber” com o sensacional Thaíde. Também é preciso citar a matéria final de Felipe Andreoli na Copa do Mundo da África do Sul, na ocasião do lançamento dos projetos de preparo para o Brasil sediar a Copa em 2014 e, ainda, o breve resumo da Copa. Aproveitando o ensejo, resta-me declarar minhas sinceras congratulações à Felipe Andreoli e Rafael Cortez por uma cobertura absolutamente excepcional da Copa.
E agora é preciso citar dois momentos semelhantes em sua execução e em seu nível absurdo de imbecilidade e constrangimento. O primeiro, claro, é a matéria de Oscar Filho entrevistando Tom Cruise e Cameron Diaz, que foi acentuada por uma espécie de sub-trama de espionagem, óbvia referência ao filme “Missão Impossível”, e pelo “excelente” inglês de Oscar.
O outro momento foi o fundo do poço de toda uma geração, o fim de uma era e a morte de um sonho, estou falando, claro, de toda a situação envolvendo a “raspagem” do cabelo de Rafael Cortez, ao vivo. A forma em que a idéia foi desenvolvida deixaria até mesmo João Kleber (aliás, por onde andará esse ícone do sensacionalismo barato?) orgulhoso. Tudo de sacana que existe na televisão foi aplicado aqui: reciclagem de um conceito relativamente esquecido (ou alguém ainda se lembra da situação semelhante em que Felipe Andreoli fez chapinha em seu cabelo, também ao vivo?), expectativa criada e forçada durante todo o programa, e até mesmo, vejam só, um intervalo bem antes da consumação do ato. Essas duas situações cruzaram todas as barreiras da idiotice e, por tamanha ousadia e com resultados tão hilários, não mereciam figurar em nenhum outro lugar.



Pontos Intermediários: 
A matéria dupla de Felipe Andreoli e Rafael Cortez cobrindo as semi-finais e a final da Copa do Mundo foram, no mínimo, um encerramento morno para uma cobertura tão boa como havia sido esta. Fora isso, a matéria de Oscar Filho sobre a traição foi nada menos do que um desperdício, afinal, teria funcionado muito melhor como um (aliás, injustamente sumido) “Documento da Semana”, sendo o resultado final da matéria foi apenas superficial. E, por fim, como não poderia deixar de ser, resta-me citar o “CQTeste”, que graças ao grande Paulo Bonfá e ao retorno de Rafael Cortez manteve um pouco de sua já desgastada dignidade.


Pontos Baixos: 
Na ausência de uma matéria verdadeiramente ruim, é preciso citar o absoluto desânimo da platéia, que não esteve à altura das sacadas genais da bancada. Uma pena, já que ultimamente parecia que esse problema havia sido corrigido.


NOTA: 7,5
A audiência do CQC foi de 5.5 de média e picos de 7

Rech, nasceu na primavera de 1992 em Caxias do Sul, RS. Após concluir o ensino fundamental e médio sem grandes destaques, cursa jornalismo na Universidade de Caxias do Sul, igualmente sem grandes destaques. Quando criança gostava muito de assistir Chapolin e hoje considera o bacon a oitava maravilha do mundo. Twitter pessoal:@pedroffr

Obs.: Gostaria de me desculpar, mas para meu profundo desgosto (e espero que de vocês também), semana que vem eu infelizmente não poderei escrever a minha análise corriqueira por motivo de viagem. Prometo compensar a equipe deste adorável blog e os igualmente adoráveis leitores de alguma forma. Grato pela compreensão de todos.
Posted By: Viviane Pereira

Análise do CQC 104 - por Pedro Rech

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

7 comentários:

  1. Sempre precisa e detalhada análise do nosso programa favorito. Parabéns mais uma vez Pedro!
    Semana que vem eu vou tentar substituir, humildemente, a sua genial análise do CQC!

    ResponderExcluir
  2. Pedro como sempre botando pra quebrar! Parabéns.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Xará....Sua analise da personalidade doentia do elemento de Analandia (me recuso a pronunciar o nome da biba).É deveras contundente...A sua capacidade criminosa....vem desde seu ingresso na politica como vereador...que já costumeiramente aprendeu a se eleger com votos de eleitores das cidades vizinhas...Para seu governo...Aqui se elege um vereador com apenas 80 votos...Sabedor disso consegue mais l00 candidatos na sua coligação para ter o legislativo a seus pés...Tem o cartório Eleitoral, como seu cumplice nas transferencia fraudulenta de votos...Analandia tem 4.000 habitantes e 4.800 eleitores....Esse modus operandis existe há anos....e nas barbas da lei...que sabe mas não pune...que conhece mas não liga...perpetua no cargo...Outro detalhe...Para 20ll...Analandia deve receber dos governos Estadual e Federal...verbas em torno de 18.000.000,00..(sim dezoito milhões) o que dá 4.500,00 para cada habitante...Seus maiores parceiros...são Lobby Netto e Aldo Demarchi...Como diria Boris Casoy no auge da sua ira....Isso é uma puta Vergonha

    ResponderExcluir
  4. ACESSE O SITE OFICIAL DA CÂMARA MUNICIPAL DE ANALÂNDIA-SP E VEJAM AS NOTICIAS E INFORMAÇÕES DA CÂMARA E DOS VEREADORES.

    www.camaraanalandia.sp.gov.br

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente com suas considerações sobre o Proteste Já. Só imagino se frente à imprensa o chefe de gabinete da prefeitura, o Sr. Roberto Perin teve essa atitude patética imagine o que faz com a população de Analândia?
    É uma situação lamentável. Que esse desempenho exemplar e firme do Danilo não caia no esquecimento e sirva de exemplo p/ os eleitores nas próximas eleições.
    Rogéria Teles

    ResponderExcluir
  6. O site da Câmara dos Vereadores de Analandia...pode ser legal....Mas internet e papel...aceita tudo....Temos videos de algumas sessões....E é dificil de acreditar...E também justifica e muito....as atitudes do assessor do Prefeito Luizinho da Mula...

    ResponderExcluir
  7. NOTICIAS DE ANALANDIA EM TEMPO INTEGRAL
    http://www.unidosporanalandia.blogspot.com/ e http://pminhoco.wordpress.com/
    A VERDADE A TODA HORA.

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates