sexta-feira, julho 23, 2010

Tema do Proteste Já é abordado em campanha política em Curitiba

Photobucket

O déficit nas creches de Curitiba, que já foi tema do quadro Proteste Já, virou bandeira de campanha do candidato ao governo do Paraná Osmar Dias do PDT.

Osmar Dias, anunciou nesta quarta-feira, em evento realizado em Curitiba, um programa para a construção de creches do governo do estado para atender mulheres trabalhadoras. As creches foram justamento um dos pontos polêmicos da gestão de seu principal adversário, o candidato tucano Beto Richa, durante sua gestão na Prefeitura de Curitiba. A falta de vagas em creches públicas na capital foi tema de campanha da disputa pela Prefeitura de Curitiba em 2008, quando Richa se reelegeu.

“Tenho uma proposta alinhada com a da candidata à Presidência da República Dilma Rousseff (PT), de que, para cada creche que o governo federal construir no Paraná, farei outra. Vamos dobrar o número de creches no estado”, garantiu Osmar. O plano de governo de Dilma Rousseff prevê construção de 6 mil novas creches no país.

Osmar também defende mudanças no perfil das creches. Para o candidato ao governo, as creches devem ir além “do simples cuidar” dos filhos enquanto os pais trabalham e passar a oferecer um espaço de formação cidadã, preparando a criança para a educação integral. Ensino em tempo integral é outro projeto que Osmar pretende implantar gradativamente nas escolas estaduais. (Fonte IG)





Eu acho interessante os candidatos utilizarem os assuntos abordados no Proteste Já de cada cidade / estado e colocar uma solução em seus planos de Governo. Desta forma, as cobranças da população podem gerar um saldo positivo para a população do local.


E você, o que acha disso? Comente!
Posted By: Viviane Pereira

Tema do Proteste Já é abordado em campanha política em Curitiba

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

5 comentários:

  1. Santo André, 11 de agosto de 2010

    Solicito análise do PROCON referente ao meu caso. Em 10/07/2010 foi realizada a troca do aparelho na loja da Vivo dento do Shopping Grand Plaza ABC, antigo Plaza na Avenida Industrial em Santo André.
    Na data de 13/7/2010 percebi que o telefone estava dando uma mensagem de emergência.
    Liguei de outro fone para o meu número 9866-7824 que informava telefone indisponível. Retornei na Loja, falei com o gerente responsável Sr. Kleber que verificou a situação e disse que o telefone foi desprogramado indevidamente, abriu o chamado 16287370, solicitação 360 graus, solicitando a reativação da linha, pedindo que aguardássemos 05 dias úteis para a linha estar reativada. Como não obtivemos êxito, retornei na loja em 22/7/10, falei novamente com o gerente Sr. Kleber, que me orientou a contatar a ouvidoria da VIVO, pois os atendentes da central não estão capacitados para dar as devidas informações e não sabem operar o sistema, por este motivo estão desligando minhas ligações, ou simplesmente falam que não podem fazer nada, palavras do Sr. Kleber gerente da loja. Informo ainda que foi constatado que 02 créditos efetuados não foram utilizados e sumiram , conforme o próprio Gerente afirmou tal fato. Tentei por várias vezes falar na ouvidoria da VIVO, sempre caía (desligavam) a ligação, ou quando o atendente perguntava do que se tratava e solicitava a ouvidoria, informavam que estavam sem sistema, numa dessas ligações a Sra Cleonice que se diz da ouvidoria, extremamente grossa, disse que eu e meu marido somos ”azarados” pois mais uma vez o sistema estava indisponível. Registrei várias reclamações mas nunca acham ou fornecem o número de chamado, reclamei na Rádio Bandeirantes na Boca no Trombone, como eles contataram a VIVO, me ligaram no dia 28/7/2010 por volta das 20:00h, não me recordo o nome da pessoa pois a ligação estava péssima onde fui informada que eles estavam sabendo da reclamação da Rádio Bandeirantes, mas não tinham uma data exata para solucionar o problema. Registramos reclamação na Anatel com Sra Elidiane, chamado 9251462010 e fomos orientados a ligar todos os dias para Anatel e assim eles acionarem a VIVO. Como não surtiu efeito, me orientaram a acionar o Procon para que a VIVO seja multada.
    Vou enviar junto com esta carta o único documento que possuo impresso na própria loja.

    Agradeço a atenção dispensada,


    Claudia Regina de Lorena Pestana

    ResponderExcluir
  2. Santo André, 11 de agosto de 2010

    Solicito análise do PROCON referente ao meu caso. Em 10/07/2010 foi realizada a troca do aparelho na loja da Vivo dento do Shopping Grand Plaza ABC, antigo Plaza na Avenida Industrial em Santo André.
    Na data de 13/7/2010 percebi que o telefone estava dando uma mensagem de emergência.
    Liguei de outro fone para o meu número 9866-7824 que informava telefone indisponível. Retornei na Loja, falei com o gerente responsável Sr. Kleber que verificou a situação e disse que o telefone foi desprogramado indevidamente, abriu o chamado 16287370, solicitação 360 graus, solicitando a reativação da linha, pedindo que aguardássemos 05 dias úteis para a linha estar reativada. Como não obtivemos êxito, retornei na loja em 22/7/10, falei novamente com o gerente Sr. Kleber, que me orientou a contatar a ouvidoria da VIVO, pois os atendentes da central não estão capacitados para dar as devidas informações e não sabem operar o sistema, por este motivo estão desligando minhas ligações, ou simplesmente falam que não podem fazer nada, palavras do Sr. Kleber gerente da loja. Informo ainda que foi constatado que 02 créditos efetuados não foram utilizados e sumiram , conforme o próprio Gerente afirmou tal fato. Tentei por várias vezes falar na ouvidoria da VIVO, sempre caía (desligavam) a ligação, ou quando o atendente perguntava do que se tratava e solicitava a ouvidoria, informavam que estavam sem sistema, numa dessas ligações a Sra Cleonice que se diz da ouvidoria, extremamente grossa, disse que eu e meu marido somos ”azarados” pois mais uma vez o sistema estava indisponível. Registrei várias reclamações mas nunca acham ou fornecem o número de chamado, reclamei na Rádio Bandeirantes na Boca no Trombone, como eles contataram a VIVO, me ligaram no dia 28/7/2010 por volta das 20:00h, não me recordo o nome da pessoa pois a ligação estava péssima onde fui informada que eles estavam sabendo da reclamação da Rádio Bandeirantes, mas não tinham uma data exata para solucionar o problema. Registramos reclamação na Anatel com Sra Elidiane, chamado 9251462010 e fomos orientados a ligar todos os dias para Anatel e assim eles acionarem a VIVO. Como não surtiu efeito, me orientaram a acionar o Procon para que a VIVO seja multada.
    Vou enviar junto com esta carta o único documento que possuo impresso na própria loja.

    Agradeço a atenção dispensada,


    Claudia Regina de Lorena Pestana

    ResponderExcluir
  3. CQC, o sindicato de telecomunicações SINTTEL de brasília, esta se recusando, a negociar com a empresa Contax, pondo em risco o emprego de 600 pessoas, 600 familias, sem o acordo coletivo a empresa corre o risco de fechar as portas em brasilia. a Contax fica no SIA entre a CEB e a CAESB. para maiores informações ligue 34159486, ou me contate pelo e-mail juninhojr1730@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Quelli regina de frança10/01/2012 14:21

    oi gostaria de protestar contra as escolas de diadema...moro na vila conceição em diadema há 2 meses e não consigo transferÊncia escolar para minha filha de 11 anos para a 6°série,ficam enrolando falando q não tem vaga cadê o DIREITOS DA CRIANÇA não existe por aqui..

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de protestar em nome de 12 familias que financiaram casas no Parque Residencial Jundiaí 2 pelo projeto Minha casa minha vida em parceria com a Fumas e a Caixa Econômica Federal aqui da cidade de Jundiaí - SP. A entrega das casas estava previsto para o final de 2011 e até agora nada, mas o problema ainda não esta aí. Nas casas da rua 34(que por sinal são as nossas) houve um grande problema no terreno de fundo. Temos aproximadamente 8 mts de fundo porém estamos sendo extremamente prejudicados com um barranco, perdendo assim aproximadamente 3 mts desse fundo. Um buraco horrível quem tem filho pequeno nem pensar em deixá-lo brincar fora da casa.
    Essa semana tivemos uma reunião na Fumas com um Engenheiro e o Superintendente de lá, e segundo eles não tem o que fazer, terão que nos entregar as casas desse jeito mesmo, porém em meio a discussão eles nos proporam construir um muro no fundo do terreno de cada um e o custo disso ficaria em torno de 180 mil, que deveríamos dividir esse valor entre todos e pagar. E achamos isso injusto pois já pagamos o valor da parcela que por sinal não é tão barato.
    Em momento algum fomos avisados desse buraco no fundo de nossas casas, nós é que percebemos e fomos entrando em contato com os responsáveis, que na verdade ainda não sabemos quem de fato é, pois um joga a culpa no outro. Quando financiamos e assinamos o contrato não havia buraco algum em cláusula nenhuma, por isso queremos reivindicar nossos direitos não podemos ficar com esse problema e resolvemos procurá-los para que vocês registrem o quanto estamos sendo prejudicados e assim quem sabe algum orgão público tome devidas providencias.

    Kleiton Ienne
    Tel:7211-4055
    Email:iennekleiton@gmail.com

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates