sábado, agosto 28, 2010

Efeitos visuais voltam na próxima edição do CQC

Imagem CQCsBlog

Apenas cinco dias após a manifestação dos humoristas realizada na Praia de Copacabana, o Supremo Tribunal Federal derrubou as restrições presentes na lei eleitoral, que censurava as sátiras a candidatos e partidos políticos durante a campanha. Os próprios humoristas ficaram espantados com a agilidade da decisão do vice-presidente do STF, ministro Ayres Britto, que concedeu uma liminar suspendendo os efeitos do trecho da lei relacionado aos programas de rádio e TV.

Com a suspensão da Lei Eleitoral 9504, Marcelo Tas diz que efeitos visuais voltam a ser usados já na edição da próxima segunda-feira do CQC. Entre elas: voltar a usar os cartuns, como lacinhos rosas ou mesmo um nariz de palhaço, sobre as imagens dos candidatos entrevistados pela equipe do CQC.


"Todo trabalho dos cartunistas gráficos do CQC foi anulado nessa primeira parte da campanha. Assim como o efeito broxante da intimidação trazida pela ameaça da regra estúpida ainda vigente. Não pretendemos retaliar, chutar baldes por conta da decisão do STF. Apenas voltar ao trabalho sem neuras de sermos atormentados pelo inconveniente fantasma da censura", frisou Tas.

Fonte O Globo

UPDATE

Após mudança na lei eleitoral, "CQC" vai reeditar cobertura

Com a queda do artigo 45 da lei eleitoral, que até então proibia trucagens e sátiras a candidatos na TV, o "CQC" vai "rever" sua cobertura das eleições.

A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Audrey Furlaneto e publicada na Folha desta segunda-feira (30). A íntegra da coluna está disponível para assinantes do jornal e do UOL.

Leia-se: tudo o que estava proibido será visto no programa que vai ao ar hoje, às 22h20, na Band.

Recursos de arte e pós-produção sobre as imagens dos candidatos -como um nariz de palhaço aplicado sobre o rosto de um político, por exemplo- serão usados numa espécie de retrospectiva do que foi feito até agora.

A liminar que derruba o artigo 45, concedida após ação ajuizada pela Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV), libera os humoristas para sátiras explícitas que haviam sumido dos programas.

O humorístico "Casseta & Planeta", que vai ao ar na Globo, por exemplo, optou por fazer ficção, criando personagens-candidatos.

"O Brasil não merece entrar no século 21 com palhaços sendo tratados com seriedade e truculência e políticos fazendo piada no horário eleitoral", disse Marcelo Tas, apresentador do "CQC", à coluna.

"A sensatez do ministro Ayres [Brito, que concedeu a liminar] me emocionou talvez por ser o bom senso algo raro como os meus cabelos na história do Brasil", completou Tas.

Fonte Folha Ilustrada

E tudo isso nós veremos logo mais no CQC! \o/
Posted By: Viviane Pereira

Efeitos visuais voltam na próxima edição do CQC

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

3 comentários:

  1. @cqcblogs como não dá pra comentar na parte de "PARCERIA", vou escrever aqui. Por favor, queria saber como faz estes banners animados para colocar na barra lateral do blog para fazer parceria, como o CQC Blog usa. Se me ajudarem, eu agradeceria muito.

    ResponderExcluir
  2. Se temos que aturar as palhaçadas feitas pelos políticos porque não podemos nos divertir de vez em quando?
    Essa lei não tinha um forte argumento para se manter em pé!

    ResponderExcluir
  3. Queremos parabenizar a você pelo blog e convidá-lo a visitar o nosso Cordelirando e ler um cordel sobre a Lei Ficha Limpa.
    Neste cordel, Salete Maria nos informa, de maneira clara, porém simples, a respeito deste assunto tão importante, principalmente nos dias de hoje!
    Abraço fraterno,
    Equipe Cordelirando

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates