terça-feira, novembro 23, 2010

Análise do #CQC 123 - por Pedro Rech

Análise do CQC

Rispidamente, lhes dou um frio olá, horríveis leitores. Após uma fase execrável, quiçá, a pior de todos os tempos na história do CQC, ao que parece, o Sol começa a brilhar no horizonte, trazendo a esperança de uma nova era, mesmo que essa nova era vá durar menos de um mês, já que as férias se aproximam com uma velocidade assustadora. Afinal, no programa dessa segunda-feira tivemos, não só duas matérias políticas, marcando a volta do CQC à terra onde vivem os monstros que é Brasília, como também tivemos o retorno de um dos quadros mais lindos dos anais do CQC, o “Controle de Qualidade”. É claro que, como em toda fase de recuperação, as matérias inúteis com celebridades e jogos de futebol ainda tiveram seu espaço, mas, mesmo elas tiveram um certo brilho. Sem mais, às considerações.

Pontos Altos: 
Monica Iozzi no Congresso

Começando pela nata do jornalismo investigativo, é necessário citar Mônica Iozzi, em seu retorno glorioso aos meandros da política, na matéria sobre o blocão do PMDB, partido esse que é a materialização de tudo o que há de tenebroso e desumano na política. Seguindo, é preciso citar também o “Documento da Semana” sobre o espiritismo, que não estava especialmente elaborado ou interessante, e que também pode muito bem ser creditado como o “Documento da Semana” com o segundo tema mais inútil até o momento (perdendo apenas para a vez em que, de forma muito semelhante, a “regressão” foi abordada), mas que, todavia, acabou rendendo bons momentos apesar de tudo.
Documento da Semana Espiritismo

E eis que chegamos ao provável verdadeiro ponto alto desta semana, a matéria de Mônica Iozzi no coração das trevas, sim, estou a falar do retorno triunfal do “Controle de Qualidade”, um quadro que eu julgava já, amargamente, morto e enterrado, sob as mais misteriosas circunstâncias. E, mesmo após essa longa e lamentável ausência, no retorno deste quadro, nada mudou. Nossos representantes continuam tão burros quanto o humilde analista que vos fala, bem quanto seus respectivos leitores. É sempre engraçado como um quadro aparentemente tão simples e inofensivo como é o “Controle de Qualidade” consiga resultados tão indignantes. Afinal, não é feita nenhuma pergunta sobre escândalos, sobre a situação política em geral, enfim, nada do que poderia colocar um deputado em maus lençóis. São feitas apenas perguntas que, em certos momentos, possuem um nível de facilidade que beira o patético, tratando-se muitas vezes não só de coisas que um administrador público obrigatoriamente deveria saber, mas também, coisas que a própria população civil em geral não teria dificuldade nenhuma em ter conhecimento. Seja como for, o “Controle de Qualidade” volta igual e mostra que nossos representantes também continuam os mesmos. Infelizmente.
Controle de Qualidade

Seguindo, é preciso citar o espetacular “Proteste Já” sobre o lixão irregular na cidade de Carapicuíba – SP. E, é claro, é preciso também citar o ápice do jornalismo de guerrilha, como nos bons e velhos tempos, sim, óbvio que estou falando da matéria de nosso ilustre ex-amigo e leitor, Rafael Cortez, no SP On Live Festival, em Bauru, atrás do astro hollywoodiano Kevin Costner. E, se alguém ainda achava que nada poderia ter sido mais constrangedor que a entrevista do mesmo Cortez ao também astro Jack Nicholson em Indianápolis, ainda mais cedo este ano, essa reportagem está aí para mostrar que nada, nem o universo, nem a vergonha alheia, são finitos.
Análise do CQC

E, por fim, resta-me apenas citar o sempre sensacional “Top Five”, que esteve ainda mais hilário nesta segunda-feira em razão dos erros da bancada, o retorno não tão triunfal assim do “A Semana Em Fotos” e o tradicional final tapa-buraco, dessa vez com Eduardo Suplicy.


Pontos Intermediários: 
Felipe Andreoli Campeonato Brasileiro

Torna-se vital citar aqui neste espaço a matéria de Felipe Andreoli no jogo Fluminense vs. São Paulo que, graças ao contexto vergonhoso da entrega do jogo por parte do São Paulo, escapou completamente do lugar-comum de absolutamente todas as matérias futebolísticas das semanas que se foram. Seguindo, é preciso citar a matéria de Rafael Cortez no show “Nego”, matéria essa enxuta e redondinha, cujas mesmas definições podem ser aplicadas à matéria do mesmo Rafael Cortez no Troféu Raça Negra 2010.


Pontos Baixos: 
E cabe-me citar aqui a mais do que dispensável matéria de Felipe Andreoli no show de Marília Gabriela além de, é claro, ele, sempre ele, o CQTeste, CQTeste, CQTeste, CQTeste. Apesar de que, verdade seja dita, o desta segunda-feira estivesse ao menos risível. Mas não há riso que tire esse quadro da mais absoluta desgraça e miséria.


Sobre o CQC 3.0 #6: 
CQC 3.0

É preciso começar comentando que nesta sexta edição da empreitada do CQC 3.0 (o qual eu tenho a infelicidade rotineira de ver gravado nas manhãs de terça-feira, e nunca ao vivo) merece destaque por ter tido a introdução com imagens de bastidores mais hilária até o momento. No mais, tudo permanece igual, não querendo dizer, é claro, que isso seja ruim. E, é claro, é preciso destacar que este belo blog teve sua pergunta lida na edição desta segunda-feira (veja aqui). Um brinde a nós.

Nota: 8

O CQC teve média de 5 pontos com pico de 7
E vocês, leitores incultos? O que acharam da CQC desta segunda-feira? Que tal um debate acalorado sobre esse tema que de sagrado não tem nada, o espiritismo e a religião em geral? E quanto ao retorno do “Controle de Qualidade”? Será que, apenas agora, na reta final desse 2010 que não deixará saudades, o CQC está de novo voltando aos eixos? Deixe sua opinião ali nos comentários e vamos celebrar a democracia porque, pelo menos por enquanto, a internet ainda é um espaço livre do controle governamental. Até semana que vem!


Pedro Rech
Rech, nasceu na primavera de 1992 em Caxias do Sul, RS. Após concluir o ensino fundamental e médio sem grandes destaques, cursa jornalismo na Universidade de Caxias do Sul, igualmente sem grandes destaques. Quando criança gostava muito de assistir Chapolin e hoje considera o bacon a oitava maravilha do mundo. Twitter pessoal: @pedroffr

 Leia todas as análises do CQC http://www.cqcblog.com/analisecqc 


Perdeu o CQC ou quer rever algum quadro? Assista a nossa playlist http://www.cqcblog.com/2010/11/cqc-123-playlist.html
Posted By: CQC Blog

Análise do #CQC 123 - por Pedro Rech

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

3 comentários:

  1. Pedro a cada dia se superando, parece o CQC, rs Concordei geral com a análise!! Rafael Cortez é o rei da vergonha alheia no CQC e se tivesse um prêmio para o melhor CQC do ano o meu voto seria dele! hahaha. Controle de Qualidade sem comentários! Os parlamentares não saber o nome do ministro da Educação depois daquela papagaida do ENEM?? Aff

    ResponderExcluir
  2. Não gostei muito desse CQC. Pra mim, a melhor parte está sendo o CQC 3.0.

    ResponderExcluir
  3. De acordo, com a análise.

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates