quinta-feira, novembro 25, 2010

#RedeCQC: Plágio de conteúdo


Sem dúvidas, quase todos os blogueiros sentem-se orgulhosos ao verem seus trabalhos em outros blogs. O que não se admite é a publicação indevida; ou seja, sem a prévia autorização do autor e, o que é pior, sem citar seu nome e endereço (URL).

Geralmente, os blogueiros sérios e éticos (a redundância é necessária) são muito unidos nessa questão. Eles perguntam ao autor se é permitida a publicação dos posts dele em outros blogs. Muitas vezes, ele autoriza com as recomendações de sempre: dê os devidos créditos. Em outras situações, ele nega a permissão, porque também é um direito que lhe assiste.

Algumas pessoas chegam a afirmar: “Se escritores renomados e premiados têm suas obras plagiadas, quanto mais nós, simples blogueiros”. Com isso, tais pessoas estão querendo dizer que quando um trabalho da blogosfera é vítima de plágio é porque está recebendo o troféu do sucesso.

Ora, pergunte a qualquer pessoa que trabalha com criação se ela sente orgulho com a notícia de que sua obra foi plagiada. O que se manifesta é o sentimento de indignação, pois até chegar ao produto final o escritor, escultor, pintor (ou qualquer outro artista) trabalharam arduamente, despendendo horas diárias, às vezes perdendo noites e abdicando de outras tarefas. É algo que também se aplica à blogosfera, independentemente se o blog tem domínio próprio ou gratuito. Isso porque, apesar de desenvolver sua atividade com prazer, o blogueiro honesto e competente labora bastante para conseguir oferecer um excelente serviço aos seus leitores.

Mas não devemos nos esquecer daquele blogueiro sem pretensões de reconhecimento. Mesmo que seu texto contenha apenas o título e uma pequena frase, ele foi o autor do trabalho. Então, sua criação também está sob proteção legal e é digna de respeito. Cabe apenas a ele utilizar o texto da maneira que lhe convier. (Ponderantes - Sobre Plágios e Blogs)

Infelizmente o plágio é uma realidade para muitas pessoas na internet, e não digo só em relação a blogs, mas também a todo e qualquer conteúdo publicado por aqui. Nossa amiga @linasilva, uma das criadoras da MegaLigaCQC e produtora das ilustras dos roteiros deste blog passou por momentos bastantes angustiantes no dia de ontem quando viu no blog oficial do CQC uma postagem sobre uma homenagem de uma decoradora ao CQC. Na imagem ilustrando o post uma mesa decorada com gravatas que tinham desenhos do CQC, desenhos estes criados pela Lina para a MegaligaCQC. Após conversarmos via twitter, conseguimos fazer com que o twitter oficial do CQC, o @cqcnaband, visse a nossa mensagem pedindo para que fosse dado os créditos para a Lina, o que foi prontamente feito pela equipe do blog. A Lina também conseguiu entrar em contato com a artista Claudia Elias, que pediu desculpas a Lina e prometeu dar os créditos dos desenhos a ela. Felizmente esta situação foi resolvida rapidamente.


Plágio na Internet

O autor de conteúdo para a internet é protegido por lei específica: a de nº 9.610/98 , conhecida como Lei de Direitos Autorais. É ela que será aplicada para processar os usurpadores e para exigir que eles indenizem suas vítimas. Mas não para por aí. Eles também serão enquadrados na Lei. 10.695 do Código Penal, que determina pena de três meses a quatro anos de detenção para quem comete esse tipo de crime.
Posted By: Viviane Pereira

#RedeCQC: Plágio de conteúdo

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

3 comentários:

  1. Legal isso!!
    Fora q... se ela VENDER esse produto com as MINHAS IMAGENS, creio eu q tenho direito a uma porcentagem dos lucros. Vou estudar isso melhor.

    Valeu o apoio, pessoal.

    ResponderExcluir
  2. é como todo mundo diz e vou dizer em nome de todos: A UNIÃO FAZ A FORÇA!!!

    ResponderExcluir
  3. Isso só os fracos fazem, deixo meu PROTESTO AQUI!!

    ResponderExcluir

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates