sábado, abril 30, 2011

CQC Italia flagra roubo de moedas na Fontana di Trevi

O Le Iene, o CQC da Itália, apresentou uma matéria esta semana onde câmeras flagraram homens levando moedas da Fontana di Trevi com a cobertura da polícia. Atração turística em Roma acumula cerca de 14 mil euros por semana (R$32,5 mil), que seriam destinados a instituições de caridades

O programa de televisão "Le iene" (as hienas), versão italiana do CQC, mostrou nesta semana uma reportagem em que o grupo que age na fonte é flagrado - um dos homens chega a empurrar o repórter para dentro da fonte. Câmeras também registraram que os vigias da atração turística acobertaram o roubo e um deles ainda recebeu o que parece ser uma recompensa.

Vídeo flagra homens roubando moedas da Fontana di Trevi em Roma com cobertura da polícia




O prefeito de Roma, Gianni Alemanno, pediu desculpas à população e disse que os vigias já foram suspensos: "Estou envergonhado. Escrevi uma carta a todos os componentes do corpo da polícia municipal, que na sua grande maioria não tem nada a ver com comportamentos desse tipo". Não há informações sobre os ladrões de moedinhas.

Fonte Blog Tudo em Geral

Colaborou @munizfatel

quinta-feira, abril 28, 2011

Oscar Filho vira galinha em Proteste Ja de Taubate



Oscar Filho e a Equipe de Proteste Já foramo a Taubaté para investigar "a compra de ovos feita pela prefeitura a R$78,00 a dúzia"

Leia mais em http://istosimetaubate.blogspot.com/2011/04/cqc-proteste-ja-o-retorno.html

Fotos by Livia Camargo
Colaborou @munizfatel

Update:

Vídeo do Making Off da matéria



Ontem o programa Fantástico da Rede Globo exibiu uma matéria sobre a máfia da merenda em vários estados brasileiros. A cidade de Taubaté foi uma das investigadas na reportagem. Confira o vídeo da reportagem:

Escolas públicas têm merenda estragada e ratos na cozinha

Em um mês de investigação, uma equipe do programa flagrou a péssima qualidade da merenda em escolas públicas do país: comida estragada, vencida, armazenada de qualquer jeito, intragável.





"...Agora, quem fala é uma testemunha-chave em uma investigação contra a prefeitura de Taubaté, no interior paulista. O homem acusa o atual prefeito, Roberto Peixoto, e a primeira- dama de receber propina de uma empresa de merenda chamada Sistal. Ele diz que, duas vezes por mês, durante três anos, entregou dinheiro da corrupção para o casal.

“Eu servia de mulas para eles”, conta. O homem calcula que Roberto e Luciana Peixoto receberam cerca de R$ 5 milhões de propina. “Eles estão montando uma boate em Taubaté agora”.

A casa de shows é uma das maiores da região e está registrada na junta comercial em nome de Anderson da Silva Ferreira, o genro do prefeito.

O Fantástico também foi a um sítio. A testemunha do Ministério Público disse em depoimento e também para a equipe de reportagem que o sítio está entre os bens comprados pelo prefeito com dinheiro de propina.

Segundo o denunciante, o valor do sítio foi R$ 250 mil reais, pagos em agosto de 2007.

“O pagamento foi feito à vista, de uma vez só, e o dinheiro foi levado na bolsa. Ele parou o carro ao lado do meu. Eu coloquei a bolsa dentro do carro dele”, relata a testemunha.

“Já existem provas materiais no sentido de que houve pagamento de propina e aquisição pelo prefeito de bens imóveis incompatíveis com os seus rendimentos”, constata o promotor de Justiça Sílvio Marques.

Em nota, a Sistal diz que jamais pagou propina a Roberto Peixoto. O Fantástico procurou o prefeito de Taubaté. Sobre essa nova denúncia, ele indicou para falar o secretário de governo.

“É uma acusação descabida. O objetivo do prefeito não era ter nenhuma vantagem pessoal com este contrato. Muito pelo contrário, era melhorar a alimentação, a merenda escolar da nossa cidade. A casa de shows pertence ao seu genro, portanto, não tem nenhuma ligação jurídica ou econômica com o prefeito”, afirma o secretário de Governo de Taubaté, Adair Loredo dos Santos.

“Mais de 50 prefeituras estão sendo investigadas neste momento em todo o país. O Ministério Público tem prova documental e prova testemunhal do pagamento de propina”, diz Sílvio Marques."


É o CQC fazendo escola!

CQC's podem virar Justin Bieber por causa de aposta


O CQC entrou na onda do clássico entre São Paulo e Santos pela semifinal do Campeonato Paulista de Futebol. Os apresentadores Marcelo Tas e Marco Luque fizeram uma aposta para acertar o vencedor do duelo e prometeram usar perucas e um cabelo no estilo Justin Bieber.

Tas é santista declarado e colocou todas as suas fichas nos Meninos da Vila. Se Neymar e cia conseguirem a vaga para a final, o colega de bancada terá que alisar o cabelo igual ao do jovem cantor canadense. Mas se o time do Morumbi se classificar, Tas terá que substituir sua ‘ilustre careca’ por uma peruca.

Fonte Uol Esportes

Fuçando os arquivos da interweb, achei imagens do TAS de peruca. Dá para ter uma ideia de como ele vai ficar caso perca a aposta:
Imagem @PlantaoDoTas
Imagem Marco Luque

Os CQC's adoram fazer apostas envolvendo as madeixas não é mesmo? Vamos relembrar algumas:

O Felipe Andreoli já fez chapinha... (Para pagar a promessa de que ficaria pelado se Neto acertasse o resultado de um jogo?!)
Imagem Portal CQC

O Rafael Cortez já raspou a cabeça ao vivo no programa depois de o Brasil perder a Copa do 2010. E depois de ficar careca usou chapeus ridículos que o traumatizaram forever & ever.
Imagem Portal CQC

E agora a peruquinha de Justin Bieber. Quem vai levar a melhor??

quarta-feira, abril 27, 2011

Rafinha Bastos responde a Sessao Twitta do Extra

Rafinha Bastos diz em entrevista no twitter que gostaria de voltar a atuar e interpretar ‘O papel daquele que pega a Juliana Paes’

O ator, jornalista e comediante foi o entrevistado desta segunda-feira, 25 de abril, do “Sessão Twitta”. Conhecido por sua irreverência, Rafinha respondeu os seguidores com seu humor ácido, nem mesmo a repórter escapou de suas brincadeiras.

Um dos principais representantes do stand-uo comedy no Brasil, Rafinha acompanha o que vem acontecendo no cenário nacional.

- Tem uma galera muito legal vindo aí.

Leia a entrevista na íntegra:

@IamFloynter Como você se sente sendo o cara mais influente do Twitter, no mundo todo?
@rafinhabastos:  Me sinto mal porque o meu salário não é compatível com a minha influência.

sessaoextra: E quem influencia o mais influente do twitter?

@rafinhabastos: O pai dele e o Carlos Vilagrán (O ator que interpreta o Kiko).

@ChristieAurelio Qual programa dá mais trabalho de fazer? “A liga” ou “CQC”?

@rafinhabastos:  “A liga”, com certeza. Gravo quase todo dia. No “CQC” eu apenas sento o rabo e falo merda.

@Danielecord Qual a lição você tirou ou está tirando do programa "A liga"?

@rafinhabastos: É preciso amar o próximo e respeitar o meio ambiente... Mesmo os gatos, que são bichos que fedem.

@jmatheusss Como é passar a informação e ter a liberdade de brincar com ela?

@rafinhabastos:  É demais. Acho que eu não saberia trabalhar de outra forma.

@CarollGF quem é o mais bobão do CQC?

@rafinhabastos: O criador.

@sessaoextra:  Sente saudades de trabalhar como ator, de interpretar um personagem?

@rafinhabastos:  Muito. Quero voltar a fazer isso logo.

@ChristieAurelio Se você fosse chamado para uma novela, que tipo de papel gostaria de interpretar?

@rafinhabastos:  O papel daquele que pega a Juliana Paes.

@Thales_Rodrigo_ Você tem projetos novos na TV?

@rafinhabastos:  Tenho. Trocar a minha por uma de LCD.

@fc_rafinhacqc Você já fez algum texto de humor que teve vergonha de apresentar para um determinado público?

@rafinhabastos:  Vários, mas apenas porque não tinham graça nenhuma.

@romuloexpresso você acompanha novos talentos do gênero stand-up comedy?

@rafinhabastos:  No Comedians sempre recebemos bastante gente. Tem uma galera muito legal vindo aí.

@DaniannyG qual o pior programa da TV brasileira? E qual o melhor?

@rafinhabastos: Terço Bizantino... Rede Vida.

rafinhabastos: Foi um prazer papear com vocês pelo @sessaoextra. Obrigado a vocês e a Renata do @sessaoextra q tá agora linda de lingerie moderando isso aqui. VALEW!

sessaoextra: Gente, o @rafinhabastos precisa se preparar para o "CQC" de hoje! Obrigada pela entrevista! Beijos!

Fonte Extra

terça-feira, abril 26, 2011

Analise do CQC 135 - por Pedro Rech


Saudações, leitores incultos. Se o CQC desta segunda-feira já empreitada, as “musas do axé”, estava mais do que claro que seria um programa, no mínimo, medíocre. E sinto em dizer que quem assim o pensou ao ouvir tal declaração não decepcionou-se, afinal, tão visão sombria e determinista do ser humano se provou ser a mais pura realidade. Apesar disto, como sempre, aliás, o programa não foi de todo um desastre. Às considerações.



Pontos Altos: 
Começo os trabalhos desta semana com a matéria de Mônica Iozzi atrás da deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF), feita à imagem e semelhança de seu pai, hoje sinônimo de corrupção. Esse comentário é um tanto quanto irregular, e deveras inútil, afinal, só uma aberração da natureza poderia criticar o desempenho em pautas políticas de Mônica Iozzi, porém, de vez em quando, dá uma saudade de ver o Danilo Gentili na capital...

Prosseguindo, é preciso citar mais um hilário “Documento da Semana”, dessa vez, sobre o produto do crescimento desenfreado em nações de terceiro mundo: a dificuldade de se estacionar o carro nas grandes metrópoles. Também é preciso mencionar mais um “Identidade Nacional” que, pela primeira vez, não foi apresentado por Danilo Gentili, o que, no final das contas, permitiu um certo frescor ao quadro (e não digo “frescor” pela presença de Rafael Cortez como co-apresentador). E, vale notar, que a tendência latente deste quadro é, como eu provavelmente já o disse antes, deixar a investigação sociológica de lado e se tornar cada vez mais ivoholandesa, se me permitem o neologismo.

Seguindo, vale figurar aqui o retorno triunfal do “Proteste Já”, dessa vez, sobre problemas de infra-estrutura em uma rua da cidade de Ferraz de Vasconcelos – SP. Idem para a matéria de Mônica Iozzi no aniversário de 51 anos de nossa grandiosa Brasília, comemoração esta que, devido ao tema futebolístico, foi a cara de nossa capital: uma porcaria. Incrível observar que, graças a isso, uma matéria essencialmente política se transformou em uma matéria futebolística nos moldes do que faria qualquer Felipe Andreoli da vida (com todo o respeito). E, finalmente, só me resta citar o sempre divertido “Top Five”.



Pontos Intermediários: 
Aqui, se faz necessário citar mais uma, como sempre, inútil matéria esportiva de Felipe Andreoli, dessa vez no jogo São Paulo x Portuguesa, que foi, em parte, salva graças à passionalidade lusitana de Andreoli. Destaque também para a “originalidade” da bancada que, após a matéria, firmou mais uma dentre centenas de apostas já firmadas com temática esportiva. Por Zeus, até quando?

Em frente, eis que, para o mais profundo terror do mundo civilizado, figura aqui mais um “CQTeste”, em sua fase mais confusa e incompreensível da história recente, dessa vez com a grande e imortal Palmirinha. Aliás, Sr. Cortez, todos os crédito à ela pela presença do “CQTeste” aqui entre os pontos meia-boca, e não no fundo do poço, como de costume.

Finalmente, é preciso citar a matéria de Felipe Andreoli no lançamento do livro “Vivendo Em Voz Alta”, de Miguel Falabella, bem como os “erros de gravação” que, como havia previsto anteriormente, estão agora em fase de institucionalização, e que, ao que parece, jamais provocarão mais do que singelos sorrisos.



Pontos Baixos: 
Aqui encontram-se duas matérias que constituem pequenas células deste grande tumor crescente que aos poucos começa a esmagar o hipotético cérebro do CQC, se este fosse um organismo vivo anatomicamente semelhante às criaturas terrestres: as matérias inúteis de celebridades. A primeira, e a pior das duas, registra-se, consiste na cobertura de Felipe Andreoli à esteia da peça “39 Degraus” (quanto a peça, pelo pouco que sei do cenário do teatro nacional, é muito provavelmente uma bela porcaria, mas o filme na qual ela foi baseada, garanto, é genial).

E, a segunda e derradeira matéria deste segmento, e por conseqüência, desta análise, fechando o ciclo iniciado no primeiro parágrafo de apresentação, é a reportagem de Mônica Iozzi na festa do axé em Belo Horizonte. Mônica bem fez o que lhe foi possível, mas, infelizmente, não teve jeito. Foi um desastre.


Nota: 7

Audiência: O "CQC" marcou 6.5 de média, pico de 9 e 13% de participação.

E vocês, leitores incultos? O que acharam da CQC desta segunda-feira? Quais as expectativas gerais para o tão falado #correndoatras, que se inicia na semana que está por vir? E quando ao novo quadro tão citado nos roteiros oficiais do programa, porém jamais exibido, o “Resta Um”? Será que um dia ainda restará humanidade para descobrir do que se trata? Deixe sua opinião ali nos comentários e vamos celebrar a democracia porque, pelo menos por enquanto, a internet ainda é um espaço livre do controle governamental. Até semana que vem!




Rech, nasceu na primavera de 1992 em Caxias do Sul, RS. Após concluir o ensino fundamental e médio sem grandes destaques, cursa jornalismo na Universidade de Caxias do Sul, igualmente sem grandes destaques. Quando criança gostava muito de assistir Chapolin e hoje considera o bacon a oitava maravilha do mundo. Twitter pessoal: @pedroffr

Leia todas as análises do CQC http://www.cqcblog.com/analisecqc


Veja os vídeos e as frases do CQC 135 http://www.cqcblog.com/2011/04/videos-e-frases-do-cqc-135.html

Videos e Frases do CQC 135


Vídeos do CQC 135:

ATRÁS DE JAQUELINE RORIZ
SEMIFINAIS DO PAULISTÃO
DOCUMENTO DA SEMANA: ONDE ESTACIONAR O CARRO?
CARNAVAL FORA DE ÉPOCA EM BH: IVETE E CLAUDIA
IDENTIDADE NACIONAL
PROTESTE JÁ: A RUA MAIS ESBURACADA DO BRASIL
ANIVERSÁRIO DE BRASÍLIA
CQ TESTE: PALMIRINHA
LIVRO DO MIGUEL FALABELLA
TOP 5
#CORRENDOATRAS

CQC 3.0



Oferecimento @MircMirc


Seleção de pérolas frases do CQC 135:

“São Paulo não vai parar, só vai andar mais devagar” – Jaime Waisman, comandante do departamento de Engenharia de Transportes da USP, em entrevista sobre o excesso de veículos na capital paulista. Como se não bastasse a falta de vias e transporte público eficiente, a maior cidade do País assiste seus moradores enfrentarem inúmeras dificuldades para estacionar o carro.

“Não sei se no comprimento ele é compatível comigo” – Falcão, o cantor mais brega do Brasil, momentos depois de conversar com um homem de quase dois metros de altura. O cearense garantiu que é “porreta” em todos os sentidos da palavra – se é que a palavra tem tantos sentidos assim.

“Meu marido gosta, mas ele prefere sem roupa” – Ivete Sangalo, que não pensou duas vezes em emprestar sua fantasia de mulher-gato para Monica Iozzi apimentar a relação com o namorado.

“O que é isso [CQC]?” – Palmirinha Onofre, a vovó cozinheira mais simpática da televisão brasileira, admitindo que passou a assistir ao “Custe O Que Custar” após figurar no “Top Five”. A última aparição da cozinheira foi no ”CQTeste”, quadro estrelado por Rafael Cortez.

“Gostaram do ´peru´ do meu filho, né? Até eu gostei” – Paulo Victor, ex-goleiro e pai do também ex, só que do BBB, Rodrigo. O jogador aposentado deu todo apoio ao filho quando ele tomou a decisão de mostrar seus atributos para uma revista feminina. Rodrigo, aliás, gostou de ficar pelado, tanto é que já acumula duas aparições em publicações do gênero.

Fonte Blog oficial do CQC

segunda-feira, abril 25, 2011

CQC 135 - Roteiro

Ilustra @linasilva

CQC 135 -  Band, 22h15 - Para ir ao estúdio: registre-se no site oficial CQC

Entre outras:
ATRÁS DE JAQUELINE RORIZ
SEMIFINAIS DO PAULISTÃO
DOCUMENTO DA SEMANA: ONDE ESTACIONAR O CARRO?
CARNAVAL FORA DE ÉPOCA EM BH: IVETE E CLAUDIA
IDENTIDADE NACIONAL
PROTESTE JÁ: A RUA MAIS ESBURACADA DO BRASIL
ANIVERSÁRIO DE BRASÍLIA
CQ TESTE: PALMIRINHA
LIVRO DO MIGUEL FALABELLA
TOP 5
O POVO QUER SABER
#CORRENDOATRAS
CQC 3.0 (após o encerramento da transmissão na TV, o programa continua aqui por 30 minutos na Internet. Para interagir ao vivo com a gente no estúdio, clique aqui)


AVISO AOS NAVEGANTES: este roteiro é apenas um guia. Poderá sofrer alterações, amputações e inversões até a hora e, principalmente, durante a transmissão do programa, que é ao vivo. Relaxem e divirtam-se. Bom programa a todos!

#CORRENDOATRAS



Video: Raissa Laban #correndoatras


A partir da próxima semana, o seu VIDEO ou FOTO pode entrar no CQC. Basta caprichar em apontar algo que você não esteja gostando aí na sua cidade, tomar uma atitude CQC e enviar para o twitter @CQC com a hastag #correndoatras, como fez a Raissa acima.

Fonte Blog do TAS

@MarceloTAS e @RafinhaBastos no #youPIX Festival

Rafinha Bastos e seus mamilos polêmicos querem te fazer um convite

O youPIX é um evento que celebra, discute e é palco pros agentes da revolução silenciosa que acontece através dos fios de rede e já mudou um sem número de aspectos da cultura, comportamento, negócios e da comunicação no mundo todo. Quem quer entender o contexto em que essa cultura wébica se desenvolve e mergulhar nesse incrível mundo novo, não pode perder tudo o que preparamos pro youPIX Festival de 26 a 28 de Abril.


Rafinha Bastos estará todos os dias no youPIX comandando o youLOL, o palco de humor do Festival a partir das 21:30hrs
Todo final de dia no youPIX é hora de se divertir. Rafinha Bastos (humorista e apresentador do CQC e d’A Liga) apresenta o LOL LIVE, uma série de shows de webcelebridades e artistas que nasceram na web e transcenderam para a grande mídia.
3ª feira: Os Barbixas e a galera do La Fenix
4ª feira: Asusana e Alíbera, discípulas de Inri Cristo e Cauê Moura do Vlog Desce a Letra
5ª feira: Diogo Portugal, Vitinho do hit Sou Foda e Lídio Matheus do vídeo Fresco Boiola.

Marcelo TAS estará na 5ª feira  das 21:00 – 22:00hrs fazendo uma WEB TERAPIA junto com JACQUES STIFELMAN (divã)
Alguns sociólogos defendem que o modo como a gente se comunica nas redes sociais é uma forma de loucura. No meio desse frenesi começam a surgir casos de doenças web-sociais que se manifestam em forma de ansiedade crônica, sadismos diversos, egotrips e outras coisas bizarras. Convidados especiais e membros da platéia deitarão no divã do youPIX e serão analisados ao vivo por Marcelo Tas (jornalista e apresentador do CQC) e Jacques Stifelman (psicanalista) nesta verdadeira terapia grupal colaborativa.

Rafinha Bastos convida todos para o youPIX Festival: Mamilos polêmicos! Vem Gente!




Eu estarei por lá na 5ª feira. Se você for de SP e estiver afim de ir, é só aparecer lá no Porão das Artes no Parque do Ibirapuera. Se não puder comparecer fique tranquilo pois tudo o que rolar no youPIX será transmitido via internet. É só seguir o @youpix, a @biagranja e a tag #youpix
Acesse o site pra ver toda a agenda e os palestrantes confirmados: http://migre.me/4bP8j

domingo, abril 24, 2011

Spoilers do CQC 135


No CQC desta segunda, a trupe dos homens - e mulher - de preto apronta como sempre. Felipe Andreoli destila o seu humor ácido na pré-estreia da peça "39 degraus", que está em cartaz no Rio de Janeiro. O repórter entrevistou os atores Dan Stulbach, Danton Mello, entre outros.

Monica Iozzi deixa a política de lado - só por esse instante - e cobre o evento Axé Brasil 2011, que contou com a participação de artistas como Claudia Leitte, Ivete Sangalo, Carla Perez e Leo Santana.







O CQC presenciou também o lançamento do livro "Vivendo em Voz Alta", do ator e diretor Miguel Fallabella. Confira entrevistas com o autor e com as celebridades que o prestigiaram.

E mais: CQTeste, Identidade Nacional e Proteste Já.

Fonte eBand

E mais

CQTeste com a Palmirinha








Felipe Andreoli pode participar do Identidade Nacional desta semana pois postou uma foto no Twitter vestido de Vascaíno


andreolifelipe Sacrificios pelo @cqc ... Pra gravar hoje virei até vascaíno, de bigode e tudo. Sinixtro! http://yfrog.com/gzf22nsj






Spoiler Top Five

Nariz de Reporter escorre ao vivo







Mas mesmo assim ela manteve a classe.

Taça do Real Madrid cai e é atropelada pelo caminhão









Os vídeos das chamadas do CQC foram colocados no Facebook pelo Marcos de Assis que é produtor do programa.

sábado, abril 23, 2011

#Correndoatras:Sua denuncia no CQC


A partir de agora, você também pode participar do CQC. Tem uma denúncia para fazer? Tire uma foto ou faça um vídeo de você dando uma de CQC na sua cidade e poste no Twitter com a tag #correndoatras. Os melhores vídeos e fotos vão aparecer no programa.

A novidade foi lançada no Twitter Oficial do CQC (@cqc) na quinta-feira e reforçada pelo Marcelo TAS na sexta.

A galera parece ter gostado da ideia e já está se movimentando. Várias fotos e vídeos já foram postados no Twitter com a Tag #correndoatras.

Não precisa estar vestido a la CQC para fazer a foto ou gravar o vídeo, mas o pessoal está empolgado e se caracterizando para ficar parecido com os repórteres do programa. E você, vai participar?

sexta-feira, abril 22, 2011

Felipe Andreoli joga bola com Zico


Felipe Andreoli, repórter do CQC, partcipou da comemoração do aniversário de 51 anos de Brasília, nesta quinta-feira, 21. Os famosos jogaram uma partida de futebol contra o time do atual governador Agnello Queiroz.

 Felipe Andreoli 
Vamo jogá bola ô ô ô! Hoje com os truta. E amanhã, em Brasília, com meu amigo @ ! Conhece, Zico? Me prometeu uma assistência...
 
 Felipe Andreoli 
Valeu Brasilia! Foi um prazer participar da sua festa de 51 anos. Só faltou um golzinho...Fica pro ano que vem!


Fonte Ego

terça-feira, abril 19, 2011

Rafinha Bastos canta Sou Foda no CQC 3.0


Com beat box de Marco Luque, Rafinha Bastos canta o Funk Sou Foda, grande sucesso dos Avassaladores. Abraço pro Vitinho.





Analise do CQC 134 - por Pedro Rech


Um singelo olá a vocês, caros leitores. Indo direto ao assunto, o CQC desta segunda-feira foi, basicamente, redondinho e delicioso. Não tivemos grande pontos altos, mas, por outro lado, não tivemos, inversamente, grandes pontos baixos também. Um aspecto que vale a pena ser destacado é que, pela primeira vez no ano o programa não nos contemplou com nenhuma grande polêmica para nortear os debates do twitter e da blogosfera afora esta semana, afinal, creio, ninguém consegue realmente levar a sério alguém tão inútil quanto Britto Jr., a respeito de suas declarações a lá Bolsonaro sobre a obesidade. Sem maiores apontamentos, vamos às considerações.

Pontos Altos: 

Começando os trabalhos da semana, é preciso citar a espetacular matéria de Mônica Iozzi, novamente nos corredores do Planalto, a terra dos monstros, a respeito da “ausência” de uma oposição no cenário político nacional. A matéria pintou a oposição como um bando de engravatados confusos e desorganizados, mas sabemos que não é, apenas, por isso que a oposição brasileira em tempos de Lula e Dilma é quase nula. A verdade é bastante simples: a direita, agora no papel de oposição, simplesmente se vendeu a quem pagou mais. O governo comprou, via cargos e uniões partidárias, a oposição. E todos devemos ter em mente que uma oposição fraca é o primeiro sintoma de um regime totalitário. Tenham medo.


Seguindo, é preciso citar um Oscar Filho em sua melhor fase desde que seu nome ecoou pela primeira vez nos anais do telejornalismo mundial, na matéria, a qual eu gostaria de apelidar, se me permitem, de “proto-Proteste Já” (ainda mais pela ausência do mesmo esta semana), a respeito dos abusos de taxistas na ocasião de eventos como o pós-show do U2, em São Paulo. Destaque especial para a breve e emocionante participação de Sophia Reis. Se faz preciso citar também aquele quadro que, os anos passarão, e Marcelo Tas ainda continuará chamando errado, o “Documento da Semana”, dessa vez sobre a obesidade, reportagem esta que foi mais divertida do que propriamente informativa.

Prosseguindo, eis que tivemos mais um sensacional “Identidade Nacional”, o qual não foi não tão sensacional pelas esquetes em si, mas sim por nos brindar novamente a espetacular dobradinha Gentili / Cortez, os novos Gordo e Magro, Cheech e Chong, Três Patetas (se eles fossem dois, e não três) e todas as outras duplas cômicas imortais da história do audiovisual. Isto, é claro, se alguém levar a sério a minha sugestão de uma sitcom contando com os dois como protagonistas. Eu sugeri isso, via DM no twitter (já que ele me segue, quem diria), ao nosso mais estimado leitor, Rafael Cortez. Cruzem os dedos para este sonho tomar de assalto a dita realidade.

Sempre em frente, mais do que válido citar também o melhor “Controle de Qualidade” da temporada, felizmente novamente encabeçado por Mônica Iozzi, e a matéria do inspiradíssimo Rafael Cortez, que simplesmente dissipou seu estoque acumulado durante semanas de vergonha alheia na cobertura da pré-estréia do filme massa véio da temporada, o “Velozes e Furiosos 5”, no Rio de Janeiro.

Por fim, só me resta citar mais um simpático “Grupo Escolar CQC”, dessa vez sobre o recém-fundado PSD (aqui cabe minha singela sugestão para solucionar toda a problemática apresentada no quadro: a completa extinção dos partidos no Brasil, e apenas isso), o sempre descontrolado “Top Five” e o “O Povo Quer Saber” com “a” convidada mais digna de toda a temporada até aqui, a brilhante Nany People.


Pontos Intermediários: 

Ou, como eu gostaria de chama-los, os “Pontos Felipe Andreoli”, com o perdão da ausência de graça desta piadinha. Contudo, com ou sem graça, trata-se da mais pura verdade. Primeiramente, é preciso citar a sua matéria na cobertura do evento beneficente “Páscoa do Bem”, mais um pretexto para as sempre lamentáveis matérias sobe celebridades, mas que foi salva pela “simpatia” de Andreoli, se é que posso definir assim. O mesmo julgamento se aplica com perfeição para sua segunda matéria da sessão, a estréia da peça “Deus da Carnificina”.

Quebrando aqui a hegemônica andreoliana, se me permitem o neologismo, é preciso figurar aqui também o curtíssimo compacto de “erros de gravação” que, se por um lado, não foi simplesmente nada demais, ao menos, deu um sentido à existência para a existência do historicamente inútil último bloco. Oremos para que esse tipo de compacto seja institucionalizado ou que, ao menos, outra coisa seja inventada.


Pontos Baixos: 

Os deuses foram generosos conosco, pobres mortais, já que ele, sim, se resta a alguém ainda alguma dúvida, o “CQTeste”, se vê na sua fase de mais irregular transmissão desde sua estréia no CQC. Porém, é necessária que a vida às vezes nos seja dolorosa, por isso, eis que essa semana tivemos seu retorno triunfal, só que ao contrário, com a ilustre presença de Beto Barbosa. E, os mesmos deuses, na sua divina sabedoria, entendem também que às vezes o mal precisa se sobrepor ao bem, para que a grande balança celestial que equilibra todo o cosmos possa seguir em igualdade, e é só um conceito abstrato desse para poder explicar, por um lado, a transmissão do “CQTeste” e, no outro espectro, o completo desaparecimento do “Proteste Já”. O universo é cruel.


Nota: 8

"CQC" marcou 6 pontos de média, pico de 8 e 12% de participação e ficou em 3º lugar no Ibope. 


E vocês, leitores incultos? O que acharam do programa desta segunda-feira? Reforço o questionamento da semana passada: será que um dia ainda veremos o tão anunciado, e nunca exibido, novo quadro “Resta Um”? Além disso, alguma aposta para a polêmica da semana que vem? Deixe sua opinião ali nos comentários e vamos celebrar a democracia porque, pelo menos por enquanto, a internet ainda é um espaço livre do controle governamental. Até semana que vem!


Rech, nasceu na primavera de 1992 em Caxias do Sul, RS. Após concluir o ensino fundamental e médio sem grandes destaques, cursa jornalismo na Universidade de Caxias do Sul, igualmente sem grandes destaques. Quando criança gostava muito de assistir Chapolin e hoje considera o bacon a oitava maravilha do mundo. Twitter pessoal: @pedroffr

Leia todas as análises do CQC http://www.cqcblog.com/analisecqc


Veja os vídeos e as frases do CQC 134 http://www.cqcblog.com/2011/04/videos-do-cqc-134.html

Videos do CQC 134


Roteiro do CQC 134

PÁSCOA DO BEM E PÁSCOA DO MAL

BRASÍLIA: A OPOSIÇÃO SEM RUMO

DOCUMENTO DA SEMANA: OBESIDADE

TAXISTAS NO SHOW DO U2

IDENTIDADE NACIONAL

CONTROLE DE QUALIDADE

VELOZES E FURIOSOS

GRUPO ESCOLAR CQC

CQ TESTE BETO BARBOSA

CQC 3.0



Oferecimento @MircMirc

Com beatbox do Marco Luque, Rafinha Bastos interpreta o Funk "Sou Foda" dos Avassaladores no CQC 3.0 http://migre.me/4hmGq



Seleção de frases ditas durante o CQC 134:

“Eu pensei que quando saísse do governo vocês iriam me deixar em paz” – Alberto Goldman, ex-governador de São Paulo, que percebeu que o slogan do CQC (“Eles estão à solta, mas nós estamos correndo atrás”) é levado a sério.

“É de se pensar [em mudança]. Tucano come muito e voa baixo” – senador Álvaro Dias, cogitando trocar a ave símbolo do PSDB por alguma espécie que fosse mais bem vista pelo povo.

“O Ronaldo [Fenômeno] não tem hipotiroidismo, ele tem fome” – Tom Cavalcante, durante entrevista sobre obesidade, realizada pelo repórter Felipe Andreoli.

“A [usina] Belo Monte fica no Norte do País, em Minas Gerais” – Leonardo Monteiro (PT-MG). O deputado fez a alegria de Monica Iozzi ao confundir o local da construção da mais nova hidrelétrica brasileira.

“Meu amor, sem peruca eu não consigo nem pensar”, Nany People, esbanjando bom humor durante o quadro “O Povo Quer Saber”.

Fonte Blog oficial do CQC


Mais links do CQC 134: 
Declaração de Britto Jr. no CQC causa polêmica no Twitter http://migre.me/4hi1q

No CQC 3.0, Rafinha Bastos diz não se arrepender das piadas feitas sobre Rondônia http://migre.me/4hkYr

Rafinha Bastos responde a Rondonia no CQC 3.0


Durante o CQC 3.0, Rafinha Bastos diz não se arrepender das piadas feitas sobre o povo de Rondônia em seu DVD. O vídeo em que o humorista fala que o povo de Rondônia é feio, que o diabo vive em Rondônia e que deixou muitos filhos por lá, não foi bem recebido pelos Rondonienses e gerou vários protestos na internet (Veja aqui).

"Eu fiz uma piada sobre Rondônia, fui injusto? Não. Me arrependo da piada? De maneira nenhuma! Mas é uma piada!"

Rafinha pode incluir nos shows que o o povo de Rondônia também não tem senso de humor. Fica a dica.








Iniciamos o debate no Facebook na semana passada. Veja as opiniões
http://www.facebook.com/note.php?note_id=139646922774239

Confira as notas:

Rafinha Bastos tem show cancelado em Rondônia por causa de piada em seu DVD


O humorista Rafinha Bastos teve seu show em Rondônia cancelado devido a um vídeo no qual faz brincadeiras a respeito da aparência dos rondonienses no seu DVD a Arte do Insulto lançado no último dia 24 de Março.

Em trecho retirado do DVD veiculado no Youtube, Rafinha faz uma brincadeira sobre a aparência do povo de Rondônia e a piada foi mal recebida por algumas pessoas de lá (nota da produção: Piada aliás, que é feita por vários humoristas sobre vários estados diferentes, de norte a sul do país).

O show de Rafinha que aconteceria em julho na capital Porto Velho acabou sendo cancelado.
Sem dar maiores explicações, o produtor do show e chefe do Departamento de Comunicação do Governo de Rondônia, Fred Perillo, lamentou o ocorrido pelo Twitter.

“A obscuridade, como sempre, prevaleceu. Cancelei o show do @rafinhabastos em Porto Velho. Faremos em Manaus, Belem e Rio Branco em julho”, lamentou. Perillo continuou dizendo que pensa em cancelar o “Circuito de humor”, projeto de stand up que ele mantém no estado. “Se as pessoas não entendem piada, muito menos o humor stand-up, que é politicamente incorreto.”

Fontes:

http://www.45graus.com.br/piadas-sobre-rondonia-que-rafinha-bastos-nunca-contou,blog-do-chris,79375.html

http://www.standupcomedy.com.br/intolerancia-show-de-rafinha-bastos-em-rondonia-e-cancelado-por-piadas-sobre-o-estado/

Rafael Cortez participa do "A Liga"


Nos últimos dias Rafael Cortez postou em seu twitter que estava participando de um projeto diferente na Band. Após muitas especulações, Rafa Cortez  revelou hoje que fez uma participação Especial no Programa "A Liga" que conta com Rafinha Bastos em seu elenco.

Amanha inicio uma coisa muito diferente e 1 mega desafio p/ mim e p/ quem investiu nessa ideia que me envolve. Vcs saberão em breve, na Band.
Hj foi um dia bizarro. Muito trabalho, gravacoes a mil e exaustao de sobra. Mas ta valendo. A experiencia aqui ta muito boa. Em breve, na tv
Nas últimas 48hs, conheci pessoas incríveis, trabalhei limpando peixe, carregando gesso, em quitanda, fritando hambúrguer e em festa infantil
Tudo isso na favela d Heliópolis, onde fui bem tratado e certifiquei o q já sabia: é lugar d gente honesta, trabalhadora e de 1 povo incrível
E fiz isso tudo a convite de A LIGA. Minha participação especial nesse programa irado.Obrigado a todos envolvidos e a toda Heliópolis. Foi d+


O Rafael Cortez é um profissional multi-facetado e um jornalista que não se intimida com os desafios. Guerreiro do Hexa, piada com sua diva Maria Bethânia, ser detido na Itália por tentar furar a segurança do Festival de Veneza; Como já vimos diversas vezes, ele não se importa em passar por ridículo, fazer firulas e nem mesmo provocar seus ídolos para fazer suas matérias no CQC.

Temos certeza que a participação do Rafa Cortez no "A Liga" foi um momento inesquecível para ele e será surpreendente para todos nós. Agora é esperar!

Update!

Conseguimos uma foto da gravação do A Liga em Heliópolis!!
Rafa Cortez fritou hamburger, varreu e atendeu clientes no Mc Favela em Heiópolis

Nossos agradecimentos a @danitrakkina que postou a foto no twitter

Update 18/04/2011

Nesta 3ª feira vai ao ar o programa A Liga com participação do Rafael Cortez
http://cqc.band.com.br/post.asp?id=466620

No CQC, Britto Jr entra em polêmica com os gordinhos


No documento da Semana do CQC sobre Obesidade Britto Jr, apresentador do programa A Fazenda da Rede Record, entrou em uma saia justa. Ao ser questionado pelo reporter Felipe Andreoli o que acharia se sua mulher engordasse uns 20 quilos, o apresentador não titubeou e disse 'Minha mulher não engordaria porque é uma pessoa inteligente'





Muitas pessoas questionaram as declarações do apresentador no Twitter. Em seu Microblog, Britto deu explicações e supôs edição tendenciosa do CQC:

"Amigos, cada um enxerga do jeito que quer enxergar. Óbvio que peso ñ dá nem tira inteligência pra alguém. Mas, manter-se em forma é, sim, 1 atitude inteligente, de quem se preocupa com a saúde, como é o caso da minha mulher. E também há casos de doença. provoca obesidade.
Tudo isso eu disse na entrevista, tanto que muitos entenderam exatamente o que falei. Aos d+, aconselho prestar atenção no que veem e ouvem.
Embora eu saiba muito bem que a diferença de entendimento tem a ver com predisposição. Já aproveito para perguntar a vocês qual é o valor ético/intelectual/jornalistico de entrevistas pseudoengraçadas, com objetivo de aplicar pegadinha nos outros, através do jogo de palavras.
Humoristas atuais reinventando velha da praça da alegria(ouvia mal e confundia).só q ela o fazia p/ouvir mal,e eles editam mal de propósito.
Denunciar/ironizar políticos e famosos que se acham é 1 vingança da sociedade.Mas aprontar com quem tem vida limpa? ñ vejo valor nisso."

Que feio Britto! Falou tá falado! Não precisa jogar a culpa no CQC. Os gordinhos, são inteligentes o suficiente para saber que você foi infeliz, tá? Não chora! Tá tudo bem agora!

segunda-feira, abril 18, 2011

CQC 134 - Roteiro



Band, 22h15 - Para ir ao estúdio: registre-se no site oficial CQC

CQC 134

PÁSCOA DO BEM E PÁSCOA DO MAL

BRASÍLIA: A OPOSIÇÃO SEM RUMO

DOCUMENTO DA SEMANA: OBESIDADE

TAXISTAS NO SHOW DO U2

IDENTIDADE NACIONAL

CONTROLE DE QUALIDADE

VELOZES E FURIOSOS

PROTESTE JÁ: EDUCAÇÃO FÍSICA ZERO

GRUPO ESCOLAR CQC

VIRADA CULTURAL

CQ TESTE BETO BARBOSA

CQC 3.0 (após o encerramento da transmissão na TV, o programa continua aqui por 30 minutos na Internet. Clique aqui para interagir ao vivo com a gente no estúdio)

AVISO AOS NAVEGANTES: este roteiro é apenas um guia. Poderá sofrer alterações, amputações e inversões até a hora e, principalmente, durante a transmissão do programa, que é ao vivo. Relaxem e divirtam-se. Bom programa a todos!

Fonte Blog do TAS

Ilustra da @linasilva inspirada no vídeo da Suzana Vieira no Altas Horas
http://www.youtube.com/watch?v=Kwv5DmOv3UY

Danilo Gentili no De Frente Com Gabi - Videos


Em entrevista a apresentadora Marília Gabriela, Danilo Gentili fala sobre início da sua carreira, como entrou no CQC, seu novo programa Agora é Tarde e fica com vergonha e não consegue contar piada. Confira:






O programa De Frente Com Gabi obteve 5,6 pontos no Ibope

Agradecimentos ao parceiro @mircmirc e ao @tulio

domingo, abril 17, 2011

Spoilers do CQC 134


No CQC desta segunda, mais reportagens sobre a histeria dos fãs e a passagem do grupo U2 pelo Brasil. Em Brasília, Monica Iozzi traz mais um quadro "Controle de Qualidade" e realiza uma reportagem especial em que mostra como a oposição partidária no Brasil tem pouca expressão.

E mais: a cobertura da pré-estreia do filme "Velozes e Furiosos 5" no Rio e o lançamento em São Paulo da versão brasileira do musical "New York, New York", com Juan Alba e Alessandra Maestrini.

Fonte eBand

E mais:

Nosso palpite de tema para o quadro Documento da Semana é o Desarmamento.

O cantor Beto Barbosa (aquele do Adocica meu amor, adocica...) gravou CQTeste. Será que vai ao ar amanhã?

E será que finalmente o quadro Resta 1 estreará no CQC 134? É esperar para ver!

Merece um lugar no Top Five Brasil?

Suzana Vieira se atrapalha com o microfone no Altas Horas

CQCs fazem sucesso na Virada Cultural em SP

Comediantes do CQC fazem sucesso em palco de stand-up da Virada

Palco de stand up contou com mais de 7 mil pessoas de público durante os shows.
Imagem @DaniloGentili


Danilo Gentili e Rafael Cortez, ambos do CQC, foram os comediantes mais saudados ao subirem ao palco de stand-up da Virada Cultural que está localizado embaixo do Viaduto do Chá. Reação óbvia, devido ao sucesso do programa de televisão.

Entre as 20h e 21h o palco estava lotado, com cerca de 7 mil pessoas - como não se cansavam de repetir os comediantes.

O Vale do Anhangabaú, onde está o palco de stand-up, é um dos lugares mais movimentados do centro.

Fonte IG

Rafael Cortez tira sarro de Paulo Vilhena na Virada Cultural de SP

Rafael Cortez nem estava previsto na programação desta sétima Virada Cultural em São Paulo, mas foi um dos destaques do primeiro grupo de stand-up comedy a se apresentar no Viaduto do Chá neste sábado (16).

O repórter do CQC se apresentou ao lado de humoristas como Murilo Couto, Léo Lins e os cantores do Comida dos Astros, no show que começou às 20h.

Ele foi muito aplaudido. Arrancou gritos do público antes mesmo de subir ao palco, quando seu nome foi anunciado. Ao perceber que causou o maior alvoroço, ele já fez uma gracinha.

- Estou me sentindo um astro do axé!

Em sua apresentação, Cortez fez muitas piadas sobre roncos. Disse que quem é casado com quem ronca é zumbi.

- Ronco é detestado mais do que CDs do Restart!

Ao receber aplausos depois dessa piada, até mesmo o humorista se surpreendeu.

- Ué, achei que vocês iam me odiar, não me aplaudir.

Cortez chegou a provocar com o público perguntando que barulho eles faziam durante o sexo. Mas barulho mesmo ele ouviu quando brincou com o episódio em que levou uma cusparada na cara, vinda do ator Paulinho Vilhena.


- Vocês viram que para comemorar o Dia do Beijo eu ganhei um beijo à distância?

Fonte R7

Danilo Gentili é aplaudido por público diversificado na Virada Cultural

Quem pensa que só os mais jovens curtem as piadas de Danilo Gentili está bastante enganado. O repórter do programa CQC – Custe O Que Custar atraiu um público bastante diversificado ao Viaduto do Chá neste sábado (16).

Gentili se apresentou junto ao primeiro grupo de comediantes no espaço destinado a stand-up comedy da Virada Cultural de São Paulo. E arrancou risadas de famílias inteiras.

Ele subiu ao palco após a apresentação dos humoristas Alexandre Porpetoni, Murilo Couto, Léo Lins, Márcio Ribeiro e do seu colega de programa Rafael Cortez.

Bastante aguardado, Gentili foi o mais aplaudido do grupo – recebia o carinho do público antes mesmo de entrar no palco, logo após todos ouvirem seu nome sendo anunciado.

E ele já subiu no palco fazendo piada.

- Estou muito feliz de estar aqui, mas se vocês tivessem pago ingresso seria melhor.

O tema do show de Danilo foi basicamente o trânsito caótico de São Paulo. Ponto alto foi quando ele brincou com uma frase que é bastante repetida pelos paulistanos.

- As pessoas falam que um dia São Paulo vai parar. Mas como se não tem vaga?

Fonte R7

sexta-feira, abril 15, 2011

Oscar Filho: "Nunca tinha apanhado na vida antes do Proteste Ja"



Oscar Filho fala sobre a temporada de 2011 do CQC e adianta novidades que o grupo comandado por Marcelo Tas está preparando. Responsável pelo quadro "Proteste Já" este ano, Oscar fala dos desafios de cobrar atitudes das autoridades e conta o que mais gostou de fazer até agora. Em cartaz também no teatro com o "Clube da Comédia Stand Up" e com o solo de humor "Putz Grill", o humorista convida internautas para os shows e explica como concilia os palcos com as reportagens do programa.


Oscar Filho fala sobre o Proteste Já:

"Tem um jogo que não é dito, mas é sabido. Quando você entra na sala do prefeito, vem aquele olhar de "Não me ferra muito, vai?". Eles já te abraçam, te dão a mão, te oferecem suco. Tudo pra te tratar bem e você pegar leve. Quando isso acontece, me dá mais vontade de ir fundo na matéria, me dá um nervoso! Eu não quero ser visto como herói, mas acho que é uma maneira de mostrar como se faz. Eu estou usando o poder da mídia para fazer isso, mas as pessoas podem se juntar e fazer o mesmo também! Se você for mal tratado, você pode processar. O quadro não pode ser visto de forma passiva. É necessário pegar a ideia e fazer também."

As pessoas vão sempre dizer que estamos provocando de propósito para tomar porrada e gerar polêmica na mídia. Mas você acha que eu vou disposto a tomar porrada? Lógico que não. Acho que quando acontece isso fica um clima muito ruim. Ficamos o dia todo na delegacia falando sobre a confusão, dormimos mal, acordamos mal. Para os executivos da televisão deve ser ótimo. Mas hoje em dia já estou me acostumando, tento não me envolver emocionalmente mais, porque você vira o problema e não ajuda.





Fonte Uol http://tc.batepapo.uol.com.br/convidados/arquivo/televisao/nunca-tinha-apanhado-na-vida-antes-do-proteste-ja-diz-oscar-filho-reporter-do-cqc-band.jhtm

Danilo Gentili no De Frente Com Gabi


Acostumado em estar do lado de quem faz a pergunta, Danilo Gentili inverte os papeis durante o programa De Frente com Gabi, que vai ao ar no domingo (17).

O integrante do CQC, que recentemente lançou os livros Politicamente Incorreto e Como se Tornar o Pior Aluno da Escola, revelou para Marília Gabriela que começou a fazer humor usando sua vida como matéria-prima.

Além disso, Gentili contou o que pensa de quem faz humor. “Todo comediante é muito inseguro”, declarou, alegando que se existe algo que odeia é quando sua mãe lhe chama de Júnior.


O De Frente Com Gabi vai ao ar Domingo as 00:00hrs (meia-noite) pelo SBT.

Fonte Contigo
Vídeo extraído do site do programa

quinta-feira, abril 14, 2011

CQCs fazem Stand Up na Virada SP


A Prefeitura de São Paulo divulgou hoje as atrações da sétima edição da Virada Cultural. O evento tem início às 18 h do dia 16 de abril, sábado, e vai até as 18 h do dia seguinte, 17. A proposta é promover 24 horas de atividades culturais na cidade de São Paulo.

Uma das novidades está um Palco exclusivo para humoristas da comédia Stand Up.

O Palco de Stand Up será localizado no Viaduto do Chá, região central de SP, e contará com  28 humoristas, entre eles Marcelo Médici, Danilo Gentili e Rafinha Bastos.

Fonte Adnews

Update 14/04/2011

Rafinha Bastos e Marcelo Médici cancelam apresentações na Virada Cultural (eBand)

A assessoria de imprensa da Virada Cultural anunciou uma série de mudanças na programação do evento deste ano.Entre as baixas estão os humoristas Rafinha Bastos e Marcelo Médici, que cancelaram hoje suas apresentações de comédia stand-up.


Marcada para acontecer neste fim de semana (dias 16 e 17), a sétima edição da Virada Cultural traz entre as novidades um inédito palco — montado no Viaduto do Chá — dedicado exclusivamente a apresentações de comédia stand-up.


Confira a programação completa do palcode Stand Up da Virada Cultural 2011(Viaduto do Chá, no Anhangabaú):

Sábado (16)

20h – Comédia 1: Danilo Gentili, Fabio Porchat, Comida dos Astros, Léo Lins, Márcio Ribeiro e Murilo Couto

23h – Comédia 2: Léo Lins, Márcio Ribeiro, Maurício Meireles, Murilo Gun, Fábio Lins, Marlei Cevada e Marcelo Mansfield

Domingo (17)

2h – Comédia 3: Rogério Morgado, Marco Zenni, Marcos Castro, Marcos Veras, Hélio Barbosa, Rudy Landucci e Marcelo Mansfield

5h – Comédia 4: Marcos Veras, Patrick Maia, Fábio Gueré, Mehl Marrer, Marco Zenni, Fábio Lins, Victor Sarro e Marcelo Mansfield

8h – Comédia 5: Fabio Porchat, Robson Nunes, Renato Tortorelli, Cris Paiva, Fábio Silvestre, Fábio Gueré e Paulo Carvalho

11h – Comédia 6: Fabio Porchat, Marlei Cevada, Paulo Carvalho, Maurício Meireles, Robson Nunes, Murilo Gun e Comida dos Astros

14h – Comédia 7: Márcio Ribeiro, Hélio Barbosa, Luis França, Rodrigo Cáceres, Alisson Diniz & Marccão Freire, Cris Paiva e Fabiano Cambota

17h – Comédia 8: Danilo Gentili, Marcelo Marron, Comida dos Astros, Hélio Barbosa, Marlei Cevada, Fábio Rabin e Ênio

O Rafael Cortez também se apresentará no sábado as 20hrs.

Programação via Veja SP

* Artigo postado originalmente em 27 de Março de 2011

quarta-feira, abril 13, 2011

Rafinha Bastos: Humor sem limites

Em entrevista ao Jornal Metro, humorista fala que é fã de Casseta & Planeta, o sucesso no Twitter e sobre as polêmicas declarações de Jair Bolsonaro. Confira:

"O humor não deve ter limites", diz Rafinha Bastos (eBand)

Nem Ronaldo, nem Luciano Huck, tampouco Barack Obama. Segundo o "The New York Times", a personalidade mais influente do Twitter é Rafinha Bastos.

O comediante de stand-up, conhecido por seus comentários ácidos e bem-humorados, é mesmo um fenômeno midiático.

Além de ter vídeos entre os mais visualizados no YouTube, Rafinha faz sucesso na TV com o "CQC" e "A Liga", ambos transmitidos pela Band, é o empreendedor por trás de um dos palcos mais disputados de São Paulo, o Comedians Club, especializado em humor, e agora também está nas prateleiras com o DVD "A Arte do Insulto", seu antigo show, que rodou o país por sete anos.

Em entrevista ao Metro Rio, Rafinha comenta o seu sucesso simultâneo em tantas frentes.

Como você está encarando a exposição na mídia, depois de ser eleito o homem mais influente do Twitter?
É muito bacana, principalmente, porque tudo isso é fruto da qualidade do meu trabalho. Nunca quis estar na mídia, mas se estou graças às minhas criações, é muito gratificante.

Qual é o segredo para fazer sucesso em diferentes mídias?
Isso é uma coisa que me deixa muito feliz. Há mais de dez anos, invisto em conteúdo para internet, apostei nesse meio. Tudo acredito na sinceridade do que faço. Tudo o que faço sou eu, não interpreto nada. Todas as minhas criações têm como inspiração minha própria vida. Acho que, por isso, independentemente da mídia e do formato, as pessoas se identificam.

Como foi o começo da sua carreira? Como você foi selecionado para o "CQC"?
Desde 2003, faço standup. Fui um dos precursores do formato no Brasil. Era um modelo americano e, no Brasil, começaram a surgir grupos no Rio e em São Paulo. Eu fazia parte do paulista. Como o formato é muito ágil e aborda o factual de forma irreverente, funcionou. E até hoje funciona. Mas no início, o público começou a aparecer pela internet. E, por conta desse meu trabalho na rede, fui chamado pelo Tas para fazer o "CQC".

Você gosta de ver TV? O que você acha do humor na TV atualmente?
Vejo muita TV. Quando fui fazer faculdade, escolhi fazer jornalismo por isso: sempre quis trabalhar com televisão. No entanto, nunca gostei muito do humor da TV. Sempre achei que esse humor não era direcionado para mim, nem para meus amigos e pessoas que vivem ao meu redor. É isso que eu exploro: fazer humor para pessoas parecidas comigo. Deu certo.

Você tem alguma influência no humor?
Não diria influência, mas sempre respeitei muito o pessoal do "Casseta e Planeta". Sei que minha geração só está aqui e consegue fazer o que faz porque antes esses caras conseguiram quebrar algumas barreiras e preconceitos. Sou muito fã da trajetória deles.

Para você, humor tem limite?
Tento não me barrar pelo tema. Eu me direciono somente pela graça. Se acho engraçado, eu falo. E acho que tem que ser assim, o alvo do humor não deve ter limite. Para mim, humor controlado não é humor, não tem graça.

Como surgiu essa mistura entre jornalismo e comédia que você explora tanto no "CQC" quanto em "A Liga"?
Acho muito interessante que haja esse cruzamento. O jornalismo, atualmente, é muito repetitivo, muito chato. As matérias são iguais, os modelos são os mesmos. Quase não vemos diferença entre os telejornais de duas emissoras, por exemplo. Por isso, acho essa mistura bastante produtiva. A partir dela, podemos abordar temas sérios de uma forma inusitada e até atrativa. Por exemplo, na atual temporada de "A Liga", vamos abordar temas que precisam ser debatidos, como o aborto e trabalho escravo, de uma forma mais participativa, de um ponto que ninguém explorou antes. Isso é fundamental para um debate mais produtivo.

E quanto às declarações do deputado Jair Bolsonaro no "CQC"? Qual a sua opinião sobre elas?
Sou sempre a favor da informação, por isso acho que ele deve ser exposto mesmo, afinal ele já foi eleito seis vezes. A população precisa saber que existe preconceito e existe racismo no Brasil, e ele está também no Congresso. Apesar de parecer o contrário, a liberdade de expressão é muito restrita no país. Não discutimos e negamos temas que são tabu. Pode ser até um choque para alguns, mas é saudável para a população. Bolsonaro precisa aparecer porque tem gente que vota nele.

terça-feira, abril 12, 2011

Analise do CQC 133 - por Pedro Rech

Olá, olá, olá, adorados leitores. O CQC desta segunda-feira, dedicado às vítimas do massacre de Realengo, infelizmente não conseguiu fazer jus ao nível da homenagem, tendo sido possivelmente o mais fraco programa até o momento nesta precoce quarta temporada. Afinal, não tivemos nada de particularmente memorável ou histórico, e nem ao menos algo particularmente hilariante. Apesar disso, tivemos boas surpresas, como o retorno do “Controle de Qualidade” e do “Documento da Semana”. Sem mais, vamos às considerações.

Pontos Altos: 

Iniciando esta sessão, eis que nos deparamos com algo que só havia ocorrido duas vezes antes em todos estes anos de CQC (ambas no distante e saudoso 2009, a primeira vez na cobertura do esquecido “Caso Zoghbi” e a segunda na visita do presidente paraguaio Fernando Lugo ao Brasil). Estou falando, é claro, da saída de Felipe Andreoli dos gramados em direção à Brasília. Na matéria em questão, tivemos Andreoli magistralmente (quem diria) abordando os primeiros (de muitos, nos resta supor) escândalos envolvendo o segundo deputado mais votado na história da República, Tiririca.

Se faz necessário citar, em seguida, a mais esdrúxula (e isso não é de forma alguma uma crítica negativa) do quadro mais divisor de opiniões da temporada, o “Identidade Nacional”. Sobre o quadro em si, não há muito o que comentar, exceto o fato de que o que anda tornando a atração mais hilariante a cada semana são justamente os comentários depreciativos dos próprios participantes ao quadro.

Seguindo com a inesperada atuação de Felipe Andreoli na terra dos monstros, é preciso citar o seu “Controle de Qualidade”, o melhor quadro da história do CQC em sua primeira edição de 2011. Este “Controle de Qualidade”, assim como tantos outros antes dele, expôs um problema bastante interessante no sistema democrático mundial: o fato de elegermos políticos, e não técnicos, para resolverem problemas sociais que são, no final das contas, basicamente técnicos. Afinal, como pode um deputado federal sem formação nenhuma em bioquímica ou engenharia ambiental votar projetos voltados para a preservação do meio ambiente? Ou ainda, como pode um senador idoso, que nem ao menos sabe como ligar um computador, aprovar um projeto envolvendo leis a respeito do mundo virtual? Como esperar que pessoas cuja carreira consiste em permanecer no poder o máximo de tempo possível possam de fato resolver problemas importantes? Mais uma razão para crer que, quando se pensa adequadamente, as soluções não estão de forma alguma na política.

Indo em frente, é preciso citar também o (fraco, apesar de tudo) retorno “formal” de um de meus quadros favoritos, o “Documento da Semana”, dessa vez, sobre jogos de videogame. Provavelmente estaria sendo injusto se acusasse o CQC de ter sido “tendencioso” na matéria, pesando para a corrente defendida pelo tão questionável dito “senso comum”, de que os jogos de videogame violentos fazem, sim, mal para a juventude. Apesar das insinuações a este respeito, a reportagem conseguiu manter o equilíbrio ao mostrar, por exemplo, que simplesmente por ser bom em algo virtualmente, isso não faz o indivíduo ter um mesmo talento para este algo no chamado “mundo real” (e o que é a realidade, se não um conceito hipotético, afinal?). Claro, apesar de nesse tópico em especial ter sido abordada apenas a questão do tênis, boliche e kart, isso poderia também ter sido facilmente aplicado ao manuseio de armas, por exemplo. Jogos de videogame não formam assassinos em massa (como, aliás, defendeu com a mais pura ignorância essa semana o editorial “Que nos sirva de alerta”, do Estadãorelacionando o massacre em Realengo aos jogos de videogame, e, por outro lado, ignorando completamente todas as referencias religiosas do assassino). Aliás, pesquisem vocês próprios, leitores incultos, e verão que não existe um único estudo no mundo que comprove que jogos violentos influenciam o comportamento das pessoas (corre-se o risco, inclusive, de encontrarem um estudo provando que, ao contrário, os jogos estão relacionados ao decréscimo da violência juvenil).

Abordando também a questão do “isolamento” que o videogame provoca, estudos comprovam também que o videogame, ao contrário do que possa parecer, é uma eficaz ferramenta de socialização (afinal, é muito mais divertido uma partida entre duas ou mais pessoas do que entre apenas uma jogador solitário). Quanto à questão do sedentarismo, ao jogar a culpa nos videogames, devemos jogá-la também nos computadores, televisão, e em todo o estilo de vida do ser humano moderno. Mas, muito além de todas essas questões pontuais sobre os malefícios e benefícios dos videogames, algo bastante aterrador e preocupante foi mais do que superficialmente apresentado na matéria. Afinal, tivemos o senador Valdir Raupp (PMDB/RO) falando abertamente em censura, como se fosse a coisa mais natural deste mundo (não que não o seja, é claro). Os que apóiam essa “censura” aos jogos de videogame parecem não compreender que, a partir do momento que se pode censurar uma coisa, torna-se possível censurar qualquer outra. Agora, vamos proibir jogos “violentos”. Depois, que tal proibirmos filmes e livros “violentos”? Já que proibimos filmes e livros violentos, que tal proibirmos todos os filmes e livros de uma vez? Pais mais atentos funcionam melhor do que qualquer intervenção do estado.

Também é preciso citar a dobradinha entre Rafael Cortez e Felipe Andreoli na cobertura do show do U2 no Brasil, além de, é claro, o “Proteste Já”, em sua melhor fase desde que Danilo Gentili andou apanhando ano passado, dessa vez sobre a queda de uma ponte que serve de acesso ao Campus da USP na cidade de Lorena, além de, é claro, o sempre delicioso “Top Five”.


Pontos Intermediários: 
Aqui, é preciso citar, solitariamente, a matéria de Mônica Iozzi (que andava sumida) na estréia do filme “Amor?”, de João Jardim, reportagem esta que tinha tudo para ser ruim, mas que acabou sendo leve e divertida.


Pontos Baixos:

Infelizmente, aqui neste verdadeiro fundo do poço analítico, preciso, contra a minha vontade pessoal, citar duas matérias de meu querido amigo, e quem sabe talvez mais do que issoRafael Cortez. Me dói o coração fazer isto, mas, entenda, Cortez, eu preciso deixar meus sentimentos de lado nestas análises e ser um verdadeiro profissional. No caso, as matérias em questão seriam, em primeiro lugar, a cobertura do desfile em homenagem aos 25 anos de carreira do estilista Ricardo Almeida no MASP e que, surpreendentemente, seguindo a tradição iniciada este ano de uma polêmica por programa, está sendo desde já a matéria mais comentada da semana, graças a cusparada que o pobre Cortez levou do verdadeiro cavalheiro que é Paulinho Vilhena.

A matéria seguinte trata-se, essencialmente, de mais uma das malditas matérias inúteis com celebridades, dessa vez na festa de estréia da novela global “Cordel Encantado”, que foi, além de inútil, simplesmente chata.

Nota 7

Audiência: O CQC marcou média de 6 pontos no Ibope com picos de 8


Rech, nasceu na primavera de 1992 em Caxias do Sul, RS. Após concluir o ensino fundamental e médio sem grandes destaques, cursa jornalismo na Universidade de Caxias do Sul, igualmente sem grandes destaques. Quando criança gostava muito de assistir Chapolin e hoje considera o bacon a oitava maravilha do mundo. Twitter pessoal: @pedroffr


Leia todas as análises do CQC   http://www.cqcblog.com/analisecqc


Veja também:
http://www.cqcblog.com/2011/04/videos-do-cqc-133.html

http://www.cqcblog.com/2011/04/paulinho-vilhena-cospe-em-rafael-cortez.html
Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates