terça-feira, maio 24, 2011

Analise do CQC 139 - por Pedro Rech

Saudações, leitores incultos. A fase recente a qual o CQC está incluída é a síntese perfeita do programa desta segunda-feira: programas no geral apenas médios, mas com algumas pérolas valiosíssimas. Seja como for, nada mais tenho a acrescentar neste parágrafo introdutório, por isso, às considerações.


Pontos Altos: 
De início, é preciso citar a matéria de Mônica Iozzi, em um glorioso, e saudoso, retorno aos meandros da política, sobre o enriquecimento suspeito de parlamentares na esteira do escândalo em andamento sobre o ministro da Casa Civil Antonio Palocci, mais um grande desgraçado de terno e gravata. Da mesma forma, figura aqui também um “Controle de Qualidade” mais “leve” (se é que esse termo possa designar corretamente todas as barbaridades às quais fomos expostos), porém, hilário. Aliás, quero destacar aqui a micro-participação do ilustre deputado de Caxias do Sul, a terra de parto e morada do humilde analista que vos fala, Assis Melo, levando toda a glória de sua “inteligência”, outrora restrita apenas aos residentes da província, para todo o âmbito nacional. Palmas.

Seguindo, vital figurar aqui a reportagem emulando o “Documento da Semana” (que, aliás, andou sumido esta semana) de Felipe Andreoli e Mônica Iozzi sobre a cartilha do MEC institucionalizando a ignorância lingüística na rede de ensino brasileira. É engraçado pensar que se nós tivéssemos um governo que fosse, ao menos, indiferente, talvez o Brasil pudesse ser um lugar melhor. Ao invés disso, nós temos um governo que se preocupa, que se empenha, que faz, que luta. Uma pena que sempre visando o retrocesso. Afinal, se agora o uso incorreto de nosso belo idioma (de fato, não há nenhuma ironia nessa afirmação) está “autorizado”, qual é a função das aulas de língua portuguesa? Aliás, qual é também a função da gramática daqui para a frente? Gosto de imaginar a alta cúpula da esquerda que aprovou essa infâmia justificando que a gramática e a ortografia são fruto da aparelhagem de dominação pequeno-burguesa para restringir o acesso do proletário aos meios de produção. Imagino o que o MEC está preparando para melhorar a inclusão de pessoas menos favorecidas na sociedade. A matemática é muito complexa, que tal autorizarmos erros de cálculo também, para que os menos capacitados intelectualmente não se sintam excluídos? Fica a dica, MEC.

Indo em frente, ao contrário de nosso poder público, eis que aparece aqui mais um fantástico “Proteste Já”, dessa vez, em uma edição particularmente absurda, nem tanto pelo problema exposto, mas “defesa” por parte dos responsáveis, sobre o transporte mais do que irregular de trabalhadores na cidade de Arujá. Gostaria de nunca ter elogiado Oscar Filho antes, para poder elogia-lo aqui novamente com todas as minhas forças sem estar me repetindo. Oscar é um repórter pequeno em estatura, mas gigante em talento.

No mais, só me resta citar o retorno do “O Povo Quer Saber” com Martinho da Vila, mais um espetacular “Top Five” e, claro, mais uma edição da iniciativa do #correndoatrás.



Pontos Intermediários: 
Começamos aqui com a bastante estranha matéria de Danilo Gentili, uma espécie de proto-Proteste Já, sobre a ausência de banheiros públicos da cidade de São Paulo. O caso é que, pela ausência de justificativas, soluções, cobranças, enfim, tudo o que se era esperado a partir de uma matéria de denúncia como essa, a impressão final é que nos foi exibida uma matéria cortada ao meio. Porém, foi deveras interessante apesar desse porém.

Além disso, só me resta citar a matéria de Rafael Cortez em mais um Prêmio Contigo de Televisão. Tudo bem, é claro que é a típica matéria inútil de celebridades que todos nós tanto criticamos, porém, há algo de curioso na cobertura desta premiação em especial. Todos os anos, já que o CQC cobre isso desde a longínqua e nostálgica primeira temporada, essa cobertura sempre resulta em uma matéria, apesar de sem grandes momentos, hilária. Todos os créditos ao meu bom amigo, Rafael Cortez. Grande abraço, amigo dos recados ofensivos no Orkut e das DM’s calorosas no Twitter.


Pontos Baixos: 
Não tem jeito. O como sempre simpático Felipe Andreoli fez tudo o que pode, mas a cobertura do lançamento do DVD de João Bosco e Vinícius (a que ponto o CQC chegou...) nasceu para ser um desastre. Imagino que nem precise elaborar muito o porquê disso.

Por fim, só me resta citar mais um “CQTeste”, dessa vez com a “banda” CPM22. Gostaria de ser mais ofensivo aqui, porém, confesso que mal e mal vi o quadro. Quando a matéria foi anunciada, eu calmamente fui até a cozinha, peguei um belo pedaço de melancia da geladeira e fiquei a degustar essa iguaria da natureza por uns belos e longos minutos, sempre há ouvir de longe se o quadro já chegara ao fim, para poder então retornar. A melancia estava uma delícia, se alguém se importa em saber.



Nota: 7,5
Audiência: O "CQC" marcou 5.3 de média, pico de 8 e 10% de share

E vocês, leitores incultos? O que acharam do programa desta segunda-feira? Só eu noto um forte retorno ao mundo da política, bastante negligenciado em um passado recente, por parte do CQC? E quando ao mundo ao nosso redor, MEC, Palocci e o escambau? Deixe sua opinião ali nos comentários e vamos celebrar a democracia porque, pelo menos por enquanto, a internet ainda é um espaço livre do controle governamental. Até semana que vem!


Rech, nasceu na primavera de 1992 em Caxias do Sul, RS. Após concluir o ensino fundamental e médio sem grandes destaques, cursa jornalismo na Universidade de Caxias do Sul, igualmente sem grandes destaques. Quando criança gostava muito de assistir Chapolin e hoje considera o bacon a oitava maravilha do mundo. Twitter pessoal: @pedroffr



Leia todas as análises do CQC
http://www.cqcblog.com/analise

Posts relacionados ao #CQC139 http://www.cqcblog.com/search/cqc139
Posted By: CQC Blog

Analise do CQC 139 - por Pedro Rech

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

Um comentário:

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates