quarta-feira, agosto 03, 2011

CQC - Os dois lados da moeda: homofobia

CQC mostra como a homofobia e a hipocrisia andam juntas
Selinho no CQC Rafinha e Luque
Selinho entre Rafinha Bastos e Marco Luque no final do quadro

Nesta segunda-feira, o programa CQC, Custe o Que Custar, da Band, estreou o quadro “Os Dois Lado da Moeda” com o tema união homoafetiva. De forma magistral, o programa questionou as pessoas sobre a recente aprovação da união entre as pessoas do mesmo sexo. Idealizado pelo humorista Rafinha Bastos, que fez as vezes de repórter, o quadro flagrou como o brasileiro pensa e como ele demonstra o contrário em público.

Fingindo que a câmera quebrou, Rafinha Bastos pergunta o que as pessoas acham do casamento gay, e capta a verdadeira opinião. Depois, achando que a câmera está ligada, as pessoas revertem o que disseram, tomadas pelo sentimento do politicamente correto.

Um senhor diz para a câmera: “É respeitável que eles escolham e façam a sua opção”, já com a câmera supostamente desligada, ele afirma: “Me agride. Me agride”. Os comentários contrários são impressionantes, assim como o de um homem que diz que Deus criou o homem e a mulher e que não criou o homossexual para a câmera desligada e depois diz que respeita a decisão. No final, uma surpresa: o apresentador beija outro homem na gravação e ainda o colega de bancada Marco Luque ao vivo.

O CQC se superou, usando humor e assunto sério de forma divertida, jornalística e colocando o preconceito para o escanteio.

CQC - Os dois lados da moeda: homofobia


Assista, repasse, esta é a verdadeira face da homofobia, aquela que se manifesta quando ninguém está vendo:

Fonte Revista Lado A
Posted By: Viviane Pereira

CQC - Os dois lados da moeda: homofobia

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates