quinta-feira, maio 10, 2012

CQC e a Cura Gay

A 'cura' do Homossexualismo foi tema de uma das reportagens exibida no CQC dessa segunda-feira, 7 de maio. 

Lanna Holder, a psicóloga Marisa Lobo, o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) e o pastor Robson, ex-homossexual, foram entrevistados pelos repórteres do programa.

O projeto do deputado federal João Campos, presidente da Frente Parlamentar Evangélica, que visa autorizar os psicólogos a praticarem terapias de orientação heterossexual a pacientes homossexuais que busquem auxílio profissional, foi usado como pano de fundo para a discussão do tema.

Popularmente conhecido como “Cura Gay”, o projeto foi criticado por Jean Wyllys, que afirmou que os psicólogos “entre aspas cristãos”, praticam “tortura física” aos pacientes.

A pastora Lanna Holder contou sua trajetória e histórico de tentativas de supressão dos desejos homossexuais, e afirmou que não é possível alterar uma orientação sexual. Ao final, questionou, sorrindo: “Existe coisa melhor do que mulher?”.

Marisa Lobo foi questionada pelo repórter Ronald Rios sobre os motivos do processo visando a cassação de seu registro profissional. A psicóloga explicou que tudo começou por uma declaração sua sobre o assunto homossexualidade, no Twitter. Perguntada se na sociedade ideal não haveria homossexuais, Lobo respondeu: “Isso é utópico. Não haveria gay, ladrão, hipócrita, nem homofóbico. Não deveria existir nada”.

No Twitter, a psicóloga reclamou da edição do programa, afirmando que suas palavras foram distorcidas: “Seu programa @MarceloTas editou a matéria de um jeito, para me cassarem, mas vou pedir na justiça, a original sem cortes. Vocês são malandros. Não disse que curo gay como psicóloga. @MarceloTas, covardes hipócritas. Brincou de Deus? Editando como quis, vem falar de ética profissional?” esbravejou.

A psicóloga afirmou ter recebido ameaças de morte e ofensas, e também desafiou a produção do programa a colocarem ela e o deputado Jean Wyllys em um debate, ao vivo, sem cortes.

Assista à reportagem.




Conselho de psicologia diz que cura da homossexualidade não existe


O Conselho de Profissionais de Psicologia, órgão que reúne os Conselhos Estaduais da classe, enviou nota ao programa CQC, da Bandeirantes, para esclarecer uma reportagem do programa exibida na edição anterior sobre a cura de gays.

Na ocasião, um repórter do CQC entrevistou a psicóloga Marisa Lobo, que se auto-intitula psicologa cristã e que defende a permissão para que sua classe profissional ofereça tramentos de cura a homossexuais.

O Conselho declarou, em tom de direito de resposta, que a "psicologia não vê a homossexualidade como doença" e que, portanto, não existe cura se não há doença. Também declarou que se posiciona contrária a qualquer iniciativa que venha de encontro a essa postura.
Posted By: CQC Blog

CQC e a Cura Gay

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates