segunda-feira, junho 09, 2014

Lucas Salles: o CQC é revolucionário

Nem mulher de paletó nem astro de shows de stand up comedy. Ao contrário do que muitos imaginavam, o novo integrante do CQC é um ator recém-saído da TV Globo disposto a traçar uma história de sucesso na TV e contribuir para as reformas sociais e políticas no país. Aos 21 anos, o carioca da gema Lucas Salles passou a fazer parte do time liderado por Marcelo Tas. "Na minha vida, mudou tudo pra melhor", confessa. De mudança para São Paulo, ele aproveitava a folga após a novela "Além do Horizonte" (Globo), que chegou ao fim no início de maio deste ano, quando foi convidado para reforçar o elenco do programa. Antes, Salles havia feito "Malhação" (2010), na mesma emissora, e ultimamente participava de esquetes do canal de humor "Parafernalha", no YouTube, além de teatro e ao cinema.
Lucas Salles novo repórter do CQC

Como surgiu a oportunidade de trabalhar num dos programas mais assediados pelo mercado publicitário?

Começou com Laís Andrecioli (produtora), que viu meu filme mais recente, o "Desenrola" (2011). Ela colocou meu nome no Google e me achou. Depois disso, graças ao canal de humor "Parafernalha" (YouTube), ela e Diego Pignataro (diretor de TV) viram uns vídeos na internet e me chamaram para fazer um teste. Mas, como eu já estava na novela "Além do Horizonte" (Globo), a gente ficou nessa lamentação. Assim que terminei o folhetim, voltei para fazer outro teste.

E como isso tem mudado sua vida?
Posso dizer que, na minha vida, mudou tudo pra melhor. Sou carioca da gema e estou me mudando para São Paulo agora (onde o programa é gravado). Sempre morei no Rio e ia a São Paulo trabalhar.

Você já fez algo parecido na TV?

Trabalhei como repórter de TV. Na verdade, como entrevistador na rua, fazendo 'povo fala' (enquete com espectadores). Por mais que as pessoas pensem que o CQC é um programa humorístico, isso é só uma 'fachada', porque ele é muito sério. Eles levam os problemas à tona, vão atrás dos políticos, cobram e querem ver melhorias em coisas públicas. É um programa revolucionário que deve ter mudado a vida de muita gente.

Como tem se preparado?

Tenho visto muito o Ernesto Varela (um repórter fictício vivido por Marcelo Tas na década de 1980). Ele era um gênio, tinha uma calma e uma lábia incrível para falar com os entrevistados.

No programa, há repórteres para as mais variadas áreas. Você já sabe qual espaço quer ocupar?

Eu não quero roubar o espaço de ninguém. Ainda não sei exatamente qual será minha área de cobertura. Mas, como estamos num ano muito voltado para a política, eleições e Copa, acredito que temos muita coisa para conversar.

E dá para colocar humor nessa história toda?

Deus queira que sim! (risos) Eu espero que dê para colocar, porque humor é sempre bem-vindo. Mas espero que todo o conteúdo dê efeito não só para mim, mas para a vida dos brasileiros. Quero que vejam e falem: 'Poxa, esse cara está batalhando pela cidade e me incentiva a batalhar também'.

Acha que vai sentir falta da vida de ator?

Sentir falta? Acho que não, porque estarei trabalhando. Eu vivo para o trabalho. Tem uma frase que adaptei e gosto bastante: 'Eu trabalho para viver e amo para ter por quem viver' Ela é linda e pertence a um sábio chinês. Acredito bastante nisso na minha vida.

Posted By: Viviane Pereira

Lucas Salles: o CQC é revolucionário

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Orientações para a postagem de comentários do CQC Blog

Follow Us

Arquivo do Blog

Comunidade CQC Brasil

Postagens Populares

© CQC Blog - Custe o Que Custar All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates